PUBLICIDADE
Topo

Santos emite portaria e define 20 dias de "home office" para funcionários

José Carlos Peres, presidente do Santos, em entrevista coletiva - Ivan Storti/Santos FC
José Carlos Peres, presidente do Santos, em entrevista coletiva Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

17/03/2020 20h01

O presidente José Carlos Peres cumpriu a palavra dada após a reunião na Federação Paulista de Futebol (FPF) e "fechou o clube". Devido ao coronavírus, o Santos emitiu uma portaria definindo 20 dias de "home office" para todos os funcionários, mesmo período em que os treinos de todas as categorias foram suspensos.

Assim, todos os funcionários da área administrativa não devem comparecer às dependências da Vila Belmiro, CT Rei Pelé e Business Center até o dia 6 de abril — atual previsão para retorno das atividades.

A portaria ainda orienta que as atividades essenciais e operacionais sejam desempenhadas em horário reduzido e com menor número de pessoas possível e em revezamento a cargo dos gestores.

Os atletas do time profissional do Santos estiveram no CT Rei Pelé hoje para receberem orientações do presidente José Carlos Peres e dos departamentos de preparação física e médico do clube. O Peixe também vai entregar cartilhas aos jogadores sobre como manter a forma no período de pausa e também sobre a prevenção ao coronavírus.

Santos