PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Palmeiras tropeça na Ferroviária e perde chance de alcançar melhor campanha

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

07/03/2020 18h51

O Palmeiras perdeu oportunidade de alcançar a melhor campanha do Campeonato Paulista. Depois de sair na frente, a equipe alviverde ficou no empate por 1 a 1 com a Ferroviária, hoje, no Allianz Parque, pela nona rodada, e permanece atrás do Santo André no Grupo B. Willian abriu o placar para os anfitriões, e Tony igualou para a equipe do interior.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 18 pontos, ocupando a segunda colocação do Grupo B. O time de Vanderlei Luxemburgo tinha a chance de ultrapassar o Santo André, que também hoje foi derrotado pelo Oeste, em casa, por 1 a 0. A equipe do ABC parou nos 19 pontos e permanece com a melhor campanha do Paulistão.

O Palmeiras poupou seus principais jogadores para a partida de hoje por causa da agenda cheia. Na quarta-feira passada, o time de Vanderlei Luxemburgo derrotou o Tigres em estreia na Libertadores e voltará a atuar pelo torneio continental na próxima terça (10), contra o Guaraní (PAR), novamente no Allianz Parque.

Na próxima rodada do Paulista, o Palmeiras seguirá em busca da liderança da chave e do campeonato fora de casa. A partida contra a Internacional, em Limeira, será no sábado (14). A Ferroviária, que está na briga do Grupo D pelas vagas nas quartas de final, receberá o Novorizontino no mesmo dia.

Palmeiras 1 x 1 Ferroviária

Palmeiras 1 x 1 Ferroviária

O melhor: Willian

Willian mostrou mais uma vez seu estilo goleador. Foi dele o gol que abriu o placar no Allianz Parque em um lance de puro oportunismo. Ele assumiu a liderança entre os artilheiros do Paulistão, com seis gols, superando Ronaldo, do Santo André. No meio de semana, Willian também já havia deixado sua marca com um golaço na vitória por 2 a 0 sobre o Tigre pela Libertadores.

Ficaram devendo: Laterais aparecem pouco

Diogo Barbosa herdou a vaga do poupado Matías Viña e teve atuação pouco comparável aos melhores momentos do uruguaio. Ele quase não subiu, desperdiçou a boa presença de Rony por aquele lado e apareceu pouco. Marcos Rocha também fez jogo discreto, mas tem o benefício de ter voltado de lesão. Ele fez primeiro tempo bem ruim e apareceu pouco na frente, mas foi seguro em seu setor e não tomou nenhum susto por ali (ganhou quatro de nove duelos que disputou).

Luan Silva tem estreia frustrante

O atacante de 21 anos jogou seus primeiros minutos pelo Palmeiras, e como titular, porque Luxemburgo optou por poupar Luiz Adriano. Mas a estreia durou pouco por causa de um incômodo na coxa esquerda ainda no primeiro tempo. Luan teve seu nome gritado pela torcida enquanto deixava o campo, chorando, para dar lugar a Willian. Revelado pelo Vitória, ele já fez duas cirurgias no joelho na carreira.

Bola fora do sistema de som

Na véspera do Dia da Mulher, o jogo entre Palmeiras e Ferroviária teve algumas ações relacionadas com a data, mas também teve bola fora do sistema de som. Cerca de uma hora antes de a bola rolar, o Allianz Parque tocou uma música com incitação à violência doméstica. "Vou lhe dar uma banda de frente, quebrar cinco dentes e quatro costelas", diz a canção, famosa na voz de Zeca Pagodinho.

Cronologia do Jogo

O início de jogo do Palmeiras não teve a aproximação dos melhores momentos do time na temporada, por isso não foi tão fácil furar a defesa adversária. A primeira boa jogada nasceu de um ataque rápido, que começou em um domínio consciente de Weverton quase no escanteio e terminou em finalização livre de Lucas Lima que Saulo defendeu, aos 17 minutos.

O gol palmeirense parecia amadurecer ao longo do primeiro tempo: outros dois ataques rápidos quase abriram o placar, mas Rony exagerou na força no primeiro, e Saulo fez outra boa defesa no segundo. No lance seguinte Rony teve a melhor chance, em rebote na pequena área após chutaço de Gustavo Scarpa, mas o goleiro da Ferroviária salvou. Foram seis chutes a gol do Palmeiras só no primeiro tempo, a maioria deles criado a partir de algum erro adversário.

O Palmeiras continuou muito mais perigoso depois do intervalo. As escapadas em velocidade ainda eram o melhor caminho, como mostrou uma arrancada perigosa de Rony, mas o gol saiu de uma jogada bem trabalhada. Dudu, Lucas Lima e Zé Rafael criaram espaço na entrada da área, e Willian apareceu na hora certa para abrir o placar e fazer seu sexto gol no Paulistão.

O jogo chegou a estar sob o domínio do Palmeiras, que acertava passes elaborados e conseguia bons dribles principalmente com Dudu pela direita. A Ferroviária, no entanto, acertou duas estocadas seguidas e empatou na desatenção da defesa alviverde: Tony teve todo o tempo do mundo antes de bater no cantinho e empatar.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 1 FERROVIÁRIA

Data: 07 de março de 2020, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Herman Brumel Vani e Vladimir Nunes da Silva
Cartões amarelos: Rony, Patrick de Paula, Luan e Gustavo Gomez (Palmeiras); Elton e Max (Ferroviária)

Gols: Willian, aos 11min do segundo tempo (Palmeiras); Tony, aos 32min do segundo tempo (Ferroviária)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Patrick de Paula (Bruno Henrique), Zé Rafael, Lucas Lima, Gustavo Scarpa (Dudu); Luan Silva (Willlian) e Rony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FERROVIÁRIA: Saulo; Lucas Mendes, Elton, Max e Bruno Recife (Higor Meritão); Mazinho, Tony e Claudinho (Léo Artur); Patrick, Hygor e Henan (Caio Rangel). Técnico: Sérgio Soares

Futebol