PUBLICIDADE
Topo

'Quando sair do Brasil, vou retornar a Portugal', diz Jorge Jesus

Técnico do Flamengo diz que não conversa com clubes portugueses e diz que sonho na Espanha "não vai se realizar" - Thiago Ribeiro/AGIF
Técnico do Flamengo diz que não conversa com clubes portugueses e diz que sonho na Espanha "não vai se realizar" Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

05/03/2020 18h20

O nome de Jorge Jesus já foi cotado em diversos clubes europeus desde que chegou ao Flamengo. Mas a única certeza que o treinador tem hoje é de que voltará ao futebol português quando deixar o Brasil.

Em entrevista ao canal português Sport TV, o comandante rubro-negro afirmou não ter interesse neste momento em atuar em outros países na Europa além de Portugal.

"Não me interessa ir para a Europa em que o ambiente dos jogos não tem nada a ver com o Brasil. Estou convencido de que, quando sair do Brasil, vou regressar a Portugal", disse Jesus, que tem contrato com o Flamengo até maio.

O "Mister", porém, garante não conversar neste momento com qualquer equipe lusitana. "Nem quero entrar nessa lógica de perturbar qualquer trabalho que esteja sendo realizado em Portugal. Mas tenho o direito de dizer que, quando sair do Brasil, quero regressar a Portugal", afirmou. "Agora, não quer dizer que isso aconteça."

Fim do sonho espanhol?

Ao canal português, o treinador rubro-negro reforçou o sonho de comandar Real Madrid ou Barcelona. O desejo de atuar em um clube de ponta da Espanha, "que te dão a possibilidade de ser campeão europeu", já havia sido exposta por ele em entrevista em dezembro ao jornal Correio da Manhã. Para ele, porém, esse objetivo não é mais possível.

"No futebol, não podemos dizer que taxativamente é assim, mas aquele meu sonho de duas ou três equipes nunca se vai realizar. Saindo de um dos maiores clubes do mundo (em referência ao Flamengo), só posso regressar a Portugal", disse.

"Nem que seja campeão do mundo ou ganhe a Libertadores mais uma vez, aquele sonho de duas equipes não se vai realizar. Todo mundo sabe (quais são): Real Madrid e Barcelona", reforçou.