PUBLICIDADE
Topo

Volpi revela ansiedade e entusiasmo no SPFC por estreia na Libertadores

Tiago Volpi, goleiro do São Paulo - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Tiago Volpi, goleiro do São Paulo Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

26/02/2020 13h12

Classificação e Jogos

O São Paulo enfrenta a Ponte Preta neste domingo (1), pelo Campeonato Paulista. Na sequência, no dia 5, a equipe faz a sua estreia na Copa Libertadores, contra o Binacional, do Peru. O goleiro Tiago Volpi não esconde o entusiasmo do elenco por disputar o torneio continental, porém garante que todos também estão focados no estadual.

"Desde o ano passado a gente pensa nisso, na hora da estreia da Libertadores. Falta praticamente uma semana para o jogo contra o Binacional. Então, está todo mundo com muita vontade de começar a competição. A gente ainda tem o jogo no Paulistão. Temos de nos concentrar ao máximo no que temos de fazer no domingo, mas é lógico que também estamos pensando que semana que vem é um grande compromisso. Para muitos aqui dentro do São Paulo, com a camisa do São Paulo, é a primeira Libertadores. Então, está todo mundo entusiasmado para disputar essa competição", disse o arqueiro.

Para o jogo deste fim de semana, o técnico Fernando Diniz não deve poupar jogadores. A ideia é manter a base do time que ganhou do Oeste por 4 a 0, no último fim de semana. No estadual, o Tricolor lidera o Grupo C com 12 pontos. Antony, que sofreu entorse no tornozelo esquerdo durante o treino de hoje (26), é dúvida.

"É lógico, o pensamento está (na Libertadores), mas a gente como profissional sabe diferenciar os momentos. Agora, a gente está pensando na Ponte Preta, em fazer um grande jogo, em manter a liderança do grupo. Então, por mais que tenha essa ansiedade pela Libertadores, a gente como profissional sabe dividir muito bem as competições", completou Volpi.

Confira mais alguns trechos da entrevista de Volpi:

Adaptação ao estilo de Diniz

Acho que dentro do período de trabalho dele sim (o time atingiu 100% de compreensão da metodologia do técnico). Mas é uma pergunta interessante. Esse auge, esse 100%, nós esperamos que possa ser atingido até o fim da temporada, com a gente brigando por todos os títulos, e a tendência é sempre evoluir, assimilando mais. Mas para o momento a gente tem assimilado bem e acho que está bem notório nos jogos o quanto a equipe tem evoluído e agora a tendência é a gente seguir evoluindo. A gente não pode se contentar apenas com isso, temos que seguir evoluindo para chegar no final do ano e colher esses frutos do trabalho que a gente está fazendo.

Favoritismo e momento da equipe

A gente vem trabalhando e estamos satisfeitos. Mas é aquele satisfeito sempre querendo mais. A gente pode evoluir cada dia mais, cada dia tem algo para a gente buscar. É lógico que hoje, depois de uma vitória e de conseguir ganhar jogando bem, é muito melhor. Sobre a questão do Paulistão, o São Paulo, por sua grandeza, sempre vai ser favorito em qualquer competição que entrar.

Peso de disputar competições importantes

É grande, mas acho que quando você está vestindo a camisa do São Paulo tem de suportar esse peso. Mas não tenho dúvida de que está todo mundo preparado e o nosso grupo é uma mescla de jogadores mais jovens com os experientes, que podem ajudar para que esse piano não fique tão pesado.

Titular absoluto

Acho que significa que é um trabalho que está sendo bem realizado, fico contente de receber elogios, pelo bom trabalho realizado. É um pouco de tudo. Quando o coletivo vai bem, todas as peças individuais trabalham de uma forma muito legal.

São Paulo