PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Mauro Naves admite surpresa por saída da Globo e vontade de parar

O jornalista Mauro Naves - Reprodução/TV Globo
O jornalista Mauro Naves Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/02/2020 01h23

O ex-repórter do Grupo Globo Mauro Naves admitiu a surpresa com a decisão de sua antiga emissora de demiti-lo no ano passado. O jornalista também disse estar em busca de novos projetos ao mesmo tempo em que reconheceu sentir muita vontade de parar.

"Me pegou de surpresa. Eu esperava conseguir um furo. Eu tinha uma fonte e ela me daria a notícia quando acontecesse. Era o primeiro advogado do caso, que saiu depois. A TV entendeu que eu deveria ter contado, mas eu guardei para mim essa informação. Foi um grande impacto, eram 31 anos. Desde então, estou correndo atrás de outros projetos. Fiquei abalado um tempo, mas não estou parado desde a saída da Globo. Tem muita gente que pensa que estou fazendo um sabático, mas não é assim [...] Eu estou louco para parar também, mas a família é uma coisa que me move a continuar. Penso muito neles", declarou em participação na edição de hoje (23) do Aqui com Benja, do Fox Sports.

O jornalista também falou sobre suas relações com atletas, dirigentes e outros jornalistas, e esclareceu que sempre impôs limites em relacionamentos que também podem servir como fontes de notícia.

"Eu realmente fiz um grupo muito grande de amigos, de possíveis fontes porque eu nunca traí ninguém. Isso ajuda muito. Mas tem este outro lado, que a pessoa é amiga e você pode prejudicar com alguma informação. Mas eu aprendi que para jornalista não tem off, então eu sempre era sincero e falava para a pessoa que se não quisesse que eu publicasse, não era para me contar. Sempre foram amizades profissionais, com certos limites", completou.

Mauro Naves está fora da TV desde junho do ano passado, quando foi dispensado da Globo após envolvimento no caso de acusação de estupro contra Neymar. Um comunicado lido por William Bonner na bancada do Jornal Nacional marcou a saída do repórter, que tinha mais de trinta anos de Globo.

UOL Esporte vê TV