PUBLICIDADE
Topo

Jogadores do Vasco cobram salários atrasados e sinalizam protesto

Elenco do Vasco reclamou dos constantes atrasos salariais com a diretoria do clube - Carlos Gregório Júnior / Vasco
Elenco do Vasco reclamou dos constantes atrasos salariais com a diretoria do clube Imagem: Carlos Gregório Júnior / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/02/2020 17h40

A véspera de Carnaval foi de reclamação no Vasco. No treinamento de hoje (21) à tarde no CT do Almirante, os jogadores tiveram uma reunião com o diretor-executivo de futebol, André Mazzuco, e expuseram suas insatisfações com os constantes salários atrasados que se arrastam desde o ano passado.

O pagamento da primeira parcela do 13º ontem (20) não foi suficiente para aliviar o descontentamento do elenco, que ainda tem a receber a segunda parcela, dezembro, janeiro, férias e direitos de imagem. A informação da reunião foi dada inicialmente pelo Globoesporte.com e confirmada pelo UOL Esporte.

Como forma de protesto, os atletas sinalizaram a possibilidade de não concederem entrevistas enquanto a situação não for resolvida.

Ontem, por exemplo, no desembarque do elenco no Rio de Janeiro após o jogo na Bolívia contra o Oriente Petrolero, os zagueiros Leandro Castan e Ricardo Graça estavam previamente escalados para o bate-papo com a imprensa, mas assim que a delegação chegou, somente André Mazzuco falou. Os jogadores passaram direto e em bloco. Não há, porém, a confirmação se o fato já foi um indício do protesto.

O grupo, porém, descarta não treinar e seguirá a programação estipulada pela comissão técnica. Neste sábado e domingo de Carnaval, eles receberão folga e se reapresentam na segunda-feira (24).

Vasco