PUBLICIDADE
Topo

Egídio admite clima por eliminação na Sul-Americana: "Foram dias horríveis"

Egídio lamentou eliminação vexatória do Fluminense na Copa Sul-Americana - Lucas Merçon/Fluminense FC
Egídio lamentou eliminação vexatória do Fluminense na Copa Sul-Americana Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

21/02/2020 13h26

Classificação e Jogos

A vexatória eliminação na Copa Sul-Americana ainda dói bastante para o Fluminense. Após dois empates com o Unión La Calera, do Chile, o Tricolor caiu na competição continental, grande objetivo da equipe para a temporada. O lateral Egídio admitiu o clima ruim no elenco depois da queda precoce. Agora, o Flu vira a chave para a Copa do Brasil, onde o time de Odair Hellmann estreia na quarta-feira (26), às 21h30, contra o Moto Club, no Castelão, em São Luís, no Maranhão.

"Foi aquele sentimento horrível de ser desclassificado. Nossa expectativa era 100% de passar. Clima muito ruim. Pensamento de que não podia ter acontecido. Infelizmente, é o futebol. O torcedor ficou triste, jogadores, diretoria, presidente. Foram dois, três dias horríveis. Não tem como voltar atrás. Temos uma decisão pela frente na Copa do Brasil. Agora é pensar na frente", opinou o jogador.

O mata-mata nacional também é importante pelo lado financeiro. Competição que mais distribui prêmios no futebol brasileiro, a Copa do Brasil é considerada a salvação do Flu para encher os cofres a partir da produção do futebol. Para balancear o que projetava receber na Copa Sul-Americana, o Tricolor precisará chegar às semifinais, o que não acontece desde 2015.

"Vamos dar nossa vida dentro de campo. Nosso foco é Copa do Brasil. Nos dois últimos anos o Flu chegou longe em competições mata-mata. Vamos muito fortes, pensando positivamente", declarou Egídio.

A entrevista de Egídio no CT Carlos Castilho também passou, claro, pelo atacante Fred, que entrou na Justiça contra o Cruzeiro e interessa ao Fluminense. Amigo pessoal do ídolo tricolor, o lateral-esquerdo torce pela volta dele ao clube.

"Estávamos muito concentrados para esse jogo da Sul-Americana e não conversamos sobre esse assunto. Há uns dias que não falo com o Fred. Mas espero que ele venha, vai somar, vai agregar", afirmou.

Fluminense