PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Neto diz que Flamengo foi 'roubado' contra Independiente Del Valle

Diego (esq.), do Flamengo, e Cristian Pellerano, do Del Valle, na final da Recopa Sul-Americana - REUTERS/Daniel Tapia
Diego (esq.), do Flamengo, e Cristian Pellerano, do Del Valle, na final da Recopa Sul-Americana Imagem: REUTERS/Daniel Tapia

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/02/2020 11h57Atualizada em 20/02/2020 12h13

Para Neto, o Flamengo foi prejudicado no empate em 2 a 2 contra o Independiente Del Valle, ontem, pelo primeiro jogo da Recopa Sul-Americana. Durante transmissão em sua rádio, no YouTube, o apresentador da Bandeirantes discordou tanto da anulação do gol de Bruno Henrique, que contou com o auxílio do árbitro de vídeo, quanto da marcação do pênalti para os equatorianos nos minutos finais do jogo.

Afirmando que o time de Jorge Jesus foi 'roubado' em Quito, no Equador, o ex-jogador disse que Rafinha não cometeu pênalti em Murillo, mas sim, recebeu a falta.

"Para mim, não foi pênalti. Foi um roubo. O que estão fazendo com o Flamengo é uma coisa impressionante. Isso acontece na Libertadores...Sempre acontece. O gol do Bruno Henrique, as coisas que eles fazem aqui agora. Não foi absolutamente nada. O cara cava uma falta para terminar o jogo e aí tem a oportunidade. O pênalti, para mim, não foi absolutamente nada. Foi falta do Murillo em cima do Rafinha, a não ser que tenha outro lance que possa contrariar a minha opinião. O Flamengo está sendo roubado de mão grande. Não é furtado não, é roubado mesmo", disparou Neto.

Tanto a marcação da penalidade quanto a anulação do tento de Bruno Henrique, revoltaram os rubro-negros, que lotaram a web com críticas à arbitragem. Além dos torcedores, o lateral Rafinha, autor da infração, também questionou a decisão da arbitragem.

Trazendo o empate para o Rio de Janeiro, o Flamengo, campeão da Libertadores, reencontra o Del Valle, campeão da Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pelo segundo jogo da final da Recopa Sul-America.

UOL Esporte vê TV