PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Times ingleses gastam R$ 1,3 bilhão e lideram mercado da bola, diz Fifa

O meia-atacante japonês Takumi Minamino assinou com o Liverpool na última janela - Divulgação/Liverpool
O meia-atacante japonês Takumi Minamino assinou com o Liverpool na última janela Imagem: Divulgação/Liverpool

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 11h04Atualizada em 12/02/2020 14h08

Os times ingleses foram os que mais desembolsaram na última janela de transferência para trazer reforços. De acordo com balanço divulgado hoje pela Fifa, os clubes da Terra da Rainha gastaram US$ 298,2 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) na compra de jogadores no mês de janeiro.

Em segundo lugar vêm os clubes alemães, que desembolsaram US$ 206,1 milhões (R$ 892,2 milhões), seguidos dos italianos, com US$ 126,7 milhões (R$ 548,5 milhões).

Os times das cinco principais ligas da Europa —Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália— foram responsáveis por 71,8% do total gasto nesta janela de transferências.

Entre as contratações mais badaladas do mês passado estiveram as do japonês Takumi Minamino (Liverpool-ING) e Erling Haaland (Borussia Dortmund-ALE) —ambos saídos do Red Bull Salzburg-AUS— e Bruno Fernandes (do Benfica-POR para o Manchester United-ING).

Futebol