PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Faustão critica dirigentes do Flamengo em incêndio e cobra vergonha na cara

Do UOL, em São Paulo

09/02/2020 19h12

Faustão relembrou o incêndio no CT do Flamengo, que completou 1 ano ontem, e fez duras críticas ao comportamento de dirigentes do clube, durante o "Domingão", da Globo, exibido hoje à noite.

"É inadmissível, indecente o comportamento dos diretores do Flamengo no caso do incêndio. O problema não é dinheiro, até porque dinheiro algum vai trazer as vidas de volta", iniciou o apresentador. "O problema é principalmente caráter, ter a sensibilidade, um tanto de humanismo. Como é que esses dirigentes conseguem chegar em casa e olhar os filhos e olhar os netos, sem nenhum respeito a quem perdeu as crianças? É revoltante em todos os aspectos", completou Fausto.

A tragédia no Ninho do Urubu deixou 10 mortos e três feridos. Até o momento, o Rubro-Negro fechou quatro acordos em 11 negociações.

Familiares das vítimas, no entanto, não escondem o descontentamento e têm feitos críticas à diretoria publicamente. Alguns chegaram a dizer que estão "desiludidos"; outros garantem nunca ter recebido um só telefonema do Flamengo.

Torcidas organizadas do clube estão organizando um protesto com o objetivo de cobrar repostas da diretoria rubro-negra em relação aos desdobramentos do incêndio no Ninho do Urubu, que completou um ano ontem (8). A ação acontecerá amanhã (10), na Praça Claudio Coutinho, no Leblon, próximo à sede do clube.

Em convocação que está sendo divulgada nas redes sociais, as organizadas afirmam que não podem se "calar diante de tamanho descaso" e garantam que "vão até o fim para resolver com dignidade a vida dos familiares dos nossos 10 meninos do Ninho".

"[O que as seis torcidas estão fazendo] é para tentar fazer com que esses dirigentes tenham o mínimo de caráter, de juízo, de vergonha na cara. Graças a Deus, o torcedor está fazendo esse tipo de trabalho", afirmou o apresentador.

É guerra?

Globo e Flamengo não chegaram a um acordo na negociação dos direitos de contato de transmissão do Estadual do Rio de 2020. No fim de janeiro, o clube acionou a emissora na Justiça por supostas divergências no contrato do Campeonato Brasileiro.

Em meio a tudo isso, a Globo tem aberto cada vez mais espaço em sua programação para críticas à diretoria do Flamengo, após um ano do incêndio. Além de Faustão, Fátima Bernardes também recebeu familiares das vítimas da tragédia na semana passada.

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior deste texto informava incorretamente que Faustão se referiu aos dirigentes do Flamengo dizendo que falta sensualidade a eles. Na verdade, o apresentador disse que falta sensibilidade. A informação foi corrigida.

Futebol