PUBLICIDADE
Topo

Santos: Quem são os colombianos com quem Jesualdo trabalhou e se encantou

Falcao García (Foto: Getty Images) -
Falcao García (Foto: Getty Images)

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

08/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Jesualdo afirmou em entrevista coletiva que gosta de jogadores colombianos
  • Técnico trabalhou com atletas como Freddy Guarin e Radamel Falcao em sua passagem vitoriosa pelo Porto
  • Outros quatro colombianos fazem parte do hall de Jesualdo, entre eles Santiago Arias, do Atlético de Madrid
  • No Santos, Jesualdo vem dando chances para Uribe e quer recuperá-lo
  • O técnico ainda conta com Felipe Aguilar e pode ter Jonathan Copete a partir do meio do ano

O técnico Jesualdo Ferreira vem dando chances para uma atleta que estava fora dos planos do Santos até o começo deste ano: o centroavante Fernando Uribe. O camisa 9 participou de três dos quatro jogos do ano e chegou a ser titular em um deles. O português tem afeição por colombianos e quer recuperá-lo.

Em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre a Inter de Limeira, partida em que Uribe foi titular, Jesualdo falou sobre sua simpatia por jogadores colombianos e citou que já trabalhou com alguns. O UOL Esporte foi atrás para saber quais foram os atletas do país da América do Sul que trabalharam com o português e ajudaram a formar tal opinião.

O primeiro deles foi um atacante conhecido do torcedor santista: Wason Rentería. O jogador passou pelo Peixe entre 2011 e 2012, mas sem destaque. Com Jesualdo, também não teve destaque: atuou no Porto campeão português de 2006/07, mas fez apenas seis jogos e não marcou.

Não está jogando, é um atacante, um colombiano, eu gosto muito de colombianos, já tive diversos jogadores colombianos, sei do caráter. É um avançado no meio, mas ele tem falta de confiança. Com tempo, confiança e trabalho, pode nos ajudar bastante.

Os dois atletas que tiveram mais sucesso com o técnico vieram logo em seguida. O volante Freddy Guarin, hoje no Vasco, foi comandado por Jesualdo entre 2008 e 2010 no Porto. Foram 62 jogos do volante e dez gols marcados, conquistando uma liga e uma copa do país natal do "professor".

O mais badalado deles, Radamel Falcao, chegou um ano depois de Guarin e explodiu nas mãos do português. Na temporada 2009/10, o colombiano marcou 34 vezes em 43 jogos e ajudou o Porto de Jesualdo a conquistar a Copa de Portugal. Ele seguiu mais um ano no Porto após a saída do atual técnico do Santos, continuou se destacando e acertou sua transferência para o Monaco (FRA).

Outros três colombianos passaram pelas mãos de Jesualdo Ferreira. O lateral Santiago Arias esteve no Sporting na temporada 2012/13, mas jogou no time B e só explodiu após ir para o PSV (HOL).

Os atacantes Erick Moreno e Felipe Pardo foram comandados pelo português no Braga durante a temporada 2013/14. O primeiro pouco atuou, apenas dez jogos e dois gols, enquanto o segundo esteve mais envolvido, jogando 42 vezes e anotando nove gols.

No Peixe, Jesualdo tem, além de Uribe, mais um colombiano no elenco: o zagueiro Felipe Aguilar. O defensor se recupera de lesão e ainda não está à disposição do português. Ele já teve bons momentos na última temporada, mas caiu de produção e é outro que precisará ser recuperado por Jesualdo.

Um terceiro colombiano pode pintar no grupo caso o treinador deseje: Jonathan Copete. O atacante ex-Atlético Nacional estava emprestado ao Pachuca (MEX) e foi repassado ontem (7) ao Everton de Viña (CHI) no mercado da bola 2020, clube do mesmo dono do Pachuca. Ele está emprestado até o meio do ano e há opção de compra no contrato.

Santos