PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG é dominado pelo Unión e se complica na Sul-Americana

Jogadores do Unión Santa Fe celebram gol contra o Atlético-MG pela Copa Sul-Americana - Divulgação/Conmebol
Jogadores do Unión Santa Fe celebram gol contra o Atlético-MG pela Copa Sul-Americana Imagem: Divulgação/Conmebol

Do UOL, em Belo Horizonte

06/02/2020 23h22

Classificação e Jogos

O Atlético-MG já vive uma situação dramática na Copa Sul-Americana 2020. O time foi derrotado por 3 a 0 pelo Unión-ARG no jogo de ida da primeira fase e agora precisa de uma goleada em casa, em 20 de fevereiro, para avançar pelo torneio continental. Foi um massacre: Walter Bou, Javier Cabrera e Gabriel Carabajal marcaram no jogo disputado no Estádio 15 de Abril, em Santa Fe, na Argentina. O meio-campista Allan ainda perdeu pênalti nos acréscimos do segundo tempo.

Com o resultado, o Galo precisa aplicar uma goleada por quatro gols de diferença para chegar à segunda fase da Sul-Americana. Os mineiros jogarão em casa e há o critério do gol como visitante na competição. Portanto, um triunfo por 3 a 0 leva o jogo para os pênaltis. Qualquer outro resultado positivo por três gols de diferença dará a classificação aos argentinos.

O melhor: Walter Bou

O atacante balançou a rede de Michael logo aos três minutos de partida. Ele aproveitou falha de Gabriel para balançar a rede. Na sequência, o centroavante deu passe para Javier Cabrera estufar a rede de Michael em um belo contra-ataque do time mandante no confronto. O atleta foi, sem dúvidas, a grande figura do confronto. No entanto, deixou o gramado substituído por Nicolás Mazzola aos 25 minutos da etapa final.

O pior: Réver

O lado direito da defesa do Atlético-MG não foi bem. Na zaga, Réver foi quem esteve vacilante em campo. O veterano cometeu erros na saída de bola e em lances de dividida com os atacantes do Unión. O defensor falhou em momentos cruciais e acabou dando muitas chances para a equipe comandada por Leonardo Madelón. No terceiro gol, não conseguiu acompanhar Carabajal em um lançamento de longa distância.

Escolhido da lateral direita, Mailton derrapa

Mailton também não esteve bem em campo na noite de hoje. O lateral direito cometeu erros na defesa, mas foi ainda pior no ataque. O atleta tomou decisões equivocadas com a bola e errou muitos passes na derrota para o Unión. Jogador foi usado com liberdade, mas pouco acrescentou.

Allan tem final para ser esquecido em derrota do Atlético-MG

O volante escalado como armador teve uma noite para ser esquecida na Argentina. Sem qualidade na criação de jogadas, Allan ainda pecou em lances capitais no fim da partida. O meio-campista perdeu um pênalti, sofrido por Guilherme Arana nos acréscimos do segundo tempo, e foi expulso na sequência, ao cometer uma falta em contra-ataque do time da Argentina.

Mesmo em casa, Unión se fecha e sai em contra-ataque

Mesmo atuando em seus domínios, a equipe argentina apostou em um estilo mais comedido, de transição. Fechado na defesa, o time investiu na velocidade dos homens de frente para criar oportunidades. Franco Troyansky é quem teve a incumbência de iniciar os contra-ataques no confronto. O atacante contou também com o auxílio de Javier Cabrera, autor de um gol, para tentar jogadas deste tipo. O segundo gol da equipe saiu em um contragolpe com transição rápida.

Atlético-MG se limita a lançamentos e bolas aéreas

O Atlético-MG apresentou pobre repertório de criação de jogadas. Os comandados de Rafael Dudamel ficaram reféns dos lançamentos vindos do campo defensivo. Réver e Gabriel tentaram ligação direta em demasia graças à falta de um armador no meio de campo escalado por Rafael Dudamel. O técnico insistiu na formação com três volantes, deixando Zé Welison mais fixo e Jair e Allan livres para a criação de jogadas. O trio pouco acrescentou na armação e não conseguiu acionar os homens de frente —Marquinhos, Hyoran e Franco Di Santo. Além dos lançamentos da defesa, o Galo também tentou chegar ao gol adversário por meio de bolas aéreas, mas não levou perigo.

Ficha técnica
Unión x Atlético-MG

Motivo: ida da 1ª fase da Copa Sul-Americana 2020
Local: Estádio 15 de abril, em Santa Fe (Argentina)
Data: 6 de fevereiro de 2020 (quinta-feira)
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

Gols: Walter Bou - 3'/1ºT (1-0); Javier Cabrera - 42'/1ºT (2-0); Gabriel Carabajal - 6'/2ºT (3-0)

Cartão amarelo: Javier Méndez, Brian Blasi, Federico Milo (Unión); Allan (Atlético-MG)

Cartão vermelho: Allan (Atlético-MG)

Unión
Moyano; Blasi, Calderón, Bottinelli e Corvalán; Javier Méndez, Elías, Carabajal (Federico Milo) e Cabrera (Ezequiel Bonifacio); Walter Bou (Nicolás Mazzola) e Troyansky.
Técnico: Leonardo Madelón.

Atlético-MG
Michael; Mailton, Réver, Gabriel e Fábio Santos (Guilherme Arana); José Welison, Jair (Edinho), Allan e Hyoran (Dylan); Marquinhos e Franco Di Santo.
Técnico: Rafael Dudamel.

Atlético-MG