PUBLICIDADE
Topo

Flu tem só 10% dos direitos de Evanílson, que mostra estrela em bom início

Evanílson só precisou de seis minutos para balançar as redes pelo Fluminense em 2020 - Lucas Merçon/Fluminense FC
Evanílson só precisou de seis minutos para balançar as redes pelo Fluminense em 2020 Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

05/02/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Fluminense tem muito pouco a comemorar após o empate por 1 a 1 com o Unión La Calera (CHI) na estreia da Copa Sul-Americana. O resultado frustrante pressiona a equipe a buscar o resultado fora de casa. Ponto alto do time no jogo, o atacante Evanílson precisou de apenas seis minutos para balançar as redes. Já são três gols em quatro jogos no início da carreira, que pode não render tantos frutos aos cofres do Tricolor: na difícil negociação para mantê-lo, o Flu ficou com apenas 10% de seus direitos econômicos.

A gestão Mario Bittencourt assumiu o clube já em situação complicada para renovar o vínculo do atleta, que se destacou em 2019 ao marcar 28 gols pela equipe sub-20. No entendimento do jogador, houve uma demora do clube para valorizá-lo: outros jogadores de sua geração e até posteriores receberam contratos maiores e renovações mais céleres, o que o incomodou.

Seu contrato com o Fluminense se encerraria em fevereiro, e desde o ano passado, Evanílson recebeu propostas de equipes do futebol internacional. A partir de agosto, o jogador já poderia assinar um pré-contrato e deixar o clube de mãos abanando. O hoje camisa 9 assinou vínculo com a Tombense, equipe de seus agentes, e o Tricolor se esforçou para mantê-lo. Conseguiu, mas por empréstimo de dois anos. O Flu, que antes tinha 60%, terá direito a 20% de taxa de vitrine além dos 10% que lhe cabe em caso de negociação futura.

Em campo, o jogador mostra que valia o investimento e a atenção que acabou sendo tardia. Em apenas 133 minutos de bola rolando, já tem três gols, cada um a seu estilo. Todos, entretanto, mostrando rara qualidade de finalização e faro de gol. Características que o Flu costuma observar bem: a camisa 9 dificilmente está mal servida nas Laranjeiras.

O jovem nascido no Ceará se destacou rapidamente ao chegar às divisões de base do clube, em Xerém. Tanto que pulou etapas: chegou ao sub-20 ainda com idade de sub-17. Em dado momento de sua estadia na categoria, entretanto, caiu de produção atuando pelas pontas. Ainda crentes no potencial do atacante, o Flu o emprestou para sua então filial europeia, o Samorin. Por lá, voltou a jogar e marcar gols. Em 2019, foram muitos, em profusão. Tantos que acreditava merecer uma proposta superior a que o presidente à época, Pedro Abad, lhe ofereceu.

Evanílson encerrou a temporada marcando duas vezes e dando a vitória ao Fluminense contra o Corinthians, em Itaquera, na última rodada do Campeonato Brasileiro. Em vídeo de bastidores, a FluTV expôs conversa do presidente Mario Bittencourt com o jogador. O dirigente o convidava a "ser feliz" no clube em 2020. Pelo início animador, a história se desenha bonita, mas o clube, provavelmente, receberá pouco caso ele mantenha a incrível média de gols.

Fluminense