PUBLICIDADE
Topo

Ex-goleiro Marcos homenageia Valdir de Moraes: "Sempre uma boa conversa"

Valdir Joaquim de Moraes ao lado de Marcos; ambos fizeram grande história no Palmeiras - Fabio Braga/Folhapress
Valdir Joaquim de Moraes ao lado de Marcos; ambos fizeram grande história no Palmeiras Imagem: Fabio Braga/Folhapress

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

11/01/2020 21h34

Faleceu hoje, aos 88 anos, o ex-goleiro e ídolo do Palmeiras Valdir Joaquim de Moraes. O ex-atleta estava em Porto Alegre (RS), cidade em que também nasceu no dia 23 de novembro de 1931.

Ex-jogadores e comentaristas usaram as redes sociais para homenagear o ídolo palmeirense.
Depois de sua aposentadoria como atleta do Palmeiras, Valdir continuou trabalhando no clube como preparador de goleiros e marcou a carreira de outros ídolos do clube, como Marcos e Velloso.

"Um bom conselho, uma boa conversa, uma cobrança, sempre com classe e respeito, esse era o nosso mestre! Descanse em paz, seu Valdir!", escreveu Marcos nas redes sociais.

Em entrevista ao UOL Esporte, Velloso ressaltou a importância de Valdir Joaquim de Moraes para a geração de goleiros de 1990, que resultou no título mundial de 2002 com a seleção brasileira.

"Ele iniciou no Palmeiras esse trabalho de preparador de goleiros. Na carreira, ele trabalhou com todos esses goleiros que se destacaram: trabalhou comigo, com o Ceni, com o Marcos, Zetti".

"Ele era uma pessoa muito especial no dia a dia. Ele me ajudou demais no Palmeiras. Quando eu estava afastado, ele foi uma das pessoas que pediu minha volta. Minha volta foi por causa dele em 94, para ser campeão paulista contra o Corinthians. Ele foi uma pessoa que me ajudou desde a base, me acolheu, me orientou", completou.

Quem também homenageou o ídolo palmeirense foi Edmundo, que hoje é comentarista dos canais Fox Sports.

"Um dos homens mais especiais que já encontrei na vida! Descanse em paz, sr Valdir Joaquim de Moraes" , escreveu o Animal.

Pelo Palmeiras, Valdir de Moraes conquistou três títulos paulistas, em 1959, 1963 e 1966, três Campeonatos Brasileiros, em 1960 e dois em 1967, e um torneio Rio-São Paulo, em 1965.

Confira as homenagens de outras personalidades do esporte e clubes:

Palmeiras