PUBLICIDADE
Topo

Inglês - 2019/2020


Ederson é expulso, e City perde de virada para o Wolverhampton no Inglês

Jogadores do Wolverhampton comemoram gol contra o Manchester City - REUTERS/Andrew Yates
Jogadores do Wolverhampton comemoram gol contra o Manchester City Imagem: REUTERS/Andrew Yates

Do UOL, em São Paulo

27/12/2019 18h42

Classificação e Jogos

O Manchester City tinha a chance de assumir a vice-liderança do Campeonato Inglês, mas parou no Wolverhampton. Jogando em casa, os Wolves saíram perdendo por 2 a 0 mesmo após a expulsão do goleiro brasileiro Ederson, mas reagiram no segundo tempo e venceram por 3 a 2, de virada, no Molineux Stadium. Sterling fez os dois gols dos visitantes, enquanto Adama Traoré, Jiménez e Doherty marcaram para os donos da casa.

O City precisava de um empate para tirar o Leicester da vice-liderança da Premier League, mas agora estaciona nos 38 pontos, um a menos que o vice-líder. A liderança é do Liverpool, que tem 52 pontos e um jogo a menos em relação aos rivais. Já os Wolves pulam para o quinto lugar e somam 30 pontos, na zona de classificação para a Liga Europa.

Na partida de hoje, o City ficou com um a menos logo aos 11 minutos do primeiro tempo. O goleiro Ederson saiu mal do gol após lançamento, fez falta em Jota e recebeu o cartão vermelho direto. O técnico Pep Guardiola, então, optou por tirar Aguero, que fazia seu primeiro jogo como titular após voltar de lesão, para colocar Bravo no gol.

Mesmo com a expulsão, foi o City quem abriu o placar. Aos 21 minutos, Mahrez foi derrubado por Dendoncker dentro da área. Inicialmente, o árbitro Martin Atkinson não deu o pênalti, mas consultou o VAR e voltou atrás.

Ederson recebeu cartão vermelho em Wolverhampton x Manchester City - REUTERS/Andrew Yates
Ederson recebeu cartão vermelho em Wolverhampton x Manchester City
Imagem: REUTERS/Andrew Yates

Sterling foi para a bola, e Rui Patrício defendeu. Porém, o VAR apareceu mais uma vez para mostrar invasão na área de Coady, e o juiz mandou voltar a cobrança. Sterling foi de novo para a bola, e de novo Rui Patricio defendeu, mas o mesmo Sterling aproveitou o rebote e fez o gol.

Os Wolves tentaram no restante do primeiro tempo, mas não exigiram muito de Bravo. Na volta do intervalo, os visitantes ampliaram a vantagem. Aos cinco minutos, De Bruyne deu belo passe para Sterling, que mostrou categoria e bateu de cavadinha na saída de Rui Patrício.

Porém, o Wolverhampton não demorou para diminuir. Aos 10, Adama Traoré recebeu de frente para o gol, ajeitou e bateu forte rasteiro. O gol colocou os donos da casa de volta ao jogo.

Os Wolves pressionaram o City e ficaram perto do empate aos 27. Saïss desviou de cabeça após cruzamento na área e viu a bola passar rente à trave. De tanto tentar, o empate veio aos 37. Mendy vacilou e perdeu a bola para Traoré, que cruzou rasteiro para Jiménez completar para o gol.

Ainda deu tempo da virada dos donos da casa. Aos 44 minutos da etapa final, Jiménez deixou para Doherty, que bateu rasteiro e fez o terceiro do Wolverhampton. Nos acréscimos, Sterling ainda cobrou falta no travessão, mas a vitória ficou mesmo com os Wolves.

As duas equipes voltam a jogar no próximo domingo. O City recebe o Sheffield United, enquanto o Wolverhampton visita o Liverpool.

Gabriel Jesus é desfalque

O City não contou com Gabriel Jesus na partida de hoje. O clube publicou nas redes sociais que o atacante brasileiro está doente e, por isso, não viajou com o restante do grupo.