PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Trajano: "Se o Firmino fizesse o gol logo de cara, a história seria outra"

Do UOL

Em São Paulo

24/12/2019 04h00

Classificação e Jogos

O Flamengo conseguiu pressionar o Liverpool em seu campo, ter mais posse de bola, trocar mais passes e levar o campeão europeu à prorrogação, quando acabou sofrendo o gol que decretou o título ao clube inglês no Mundial de Clubes. Mas no primeiro bloco do podcast Posse de Bola #13 "Perder do Liverpool de igual para igual é suficiente?", José Trajano destacou que a situação poderia ter sido diferente.

Convidado deste episódio do podcast, Trajano lembrou que as primeiras chances do jogo foram criadas pelo Liverpool e acredita que se o atacante brasileiro Roberto Firmino tivesse aproveitado a primeira oportunidade que teve, dificilmente o Flamengo conseguiria se impor.

"Esse time jogou contra o mesmo Liverpool, um Liverpool até mais forte que aquele (de 1981), aquele Liverpool não era tão forte como esse. Mas eu fico, agora sim, fazendo comparação, com o de 1981", disse Trajano.

"Jogou bem? Jogou bem! Encarou? Encarou! Primeiro tempo melhor, mas tem que levar em conta alguns detalhes também. É claro que o 'se' no futebol e na vida a gente sempre tenta colocar, mas se o Firmino tivesse feito aquele gol logo de cara, a história seria outra completamente. Aplauda o Flamengo? Aplaudam! A torcida foi, incentivou. O Flamengo foi Flamengo lá em Doha e parabéns. Agora, 1981 é 1981", completou o jornalista.

Com Trajano se mostrando pouco adepto a aplaudir o time em derrotas, Arnaldo Ribeiro citou uma situação na Copa do Mundo de 2002, nas quartas de final entre Brasil e Inglaterra na campanha que deu o pentacampeonato à seleção que era comandada por Luiz Felipe Scolari.

"O que mais impressionou nesse aspecto foi, curiosamente, um time inglês: a seleção inglesa na Copa de 2002, perdendo para o Brasil com um jogador a mais em campo, uma seleção das melhores inglesas, tinha Beckham e os caras todos. Aí acaba o jogo e os jogadores e a torcida naquela troca de aplausos. Que p... é essa? Os caras acabaram de perder a chance de eliminar o Brasil e ganhar um Campeonato Mundial", disse Arnaldo.

"A temporada do Flamengo é brilhante, porém, não ganhou. A gente pode pegar outros times brasileiros que jogaram bem o Mundial e perderam, e a gente nem lembra. O Vasco contra o Real Madrid e o Palmeiras contra o Manchester United", completou.

Posse de Bola volta no dia 6 de janeiro

A segunda temporada do Posse de Bola já está marcada: reestreia na primeira segunda-feira de 2020, no dia 6 de janeiro, a partir das 9h.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola esta disponível, também, nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol