PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio confirma saída de dirigentes e presidente vai acumular função

Lucas Uebel/Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

11/12/2019 10h39

O Grêmio confirmou hoje (11) as saídas de todos os dirigentes do departamento de futebol. Duda Kroeff, Alberto Guerra e Deco Nascimento estavam nos cargos desde o início de 2018. Sem eles, Romildo Bolzan Jr., presidente do clube gaúcho, vai acumular funções por tempo indeterminado. Um novo organograma da pasta só deve ser montado em 2020.

Duda Kroeff, que deixa o cargo de vice-presidente de futebol, seguirá no Grêmio como integrante do Conselho de Administração.

Bolzan acumulará a função de presidente e vice-presidente de futebol, algo que já ocorreu mais de uma vez desde 2015.

A sucessão de Kroeff será tema em reunião no Conselho de Administração, mas se o histórico for mantido a escolha de um novo vice de futebol só ocorrerá depois da volta do elenco. Foi assim em 2018, quando somente em fevereiro o cargo foi ocupado. À época, Duda Kroeff topou voltar ao futebol do Grêmio com o pedido para ter Alberto Guerra como diretor de futebol. A solicitação foi aceita e Deco Nascimento, ex-dirigente da Escola de Futebol do Grêmio, se somou também no cargo de diretor de futebol.

Além de Romildo Bolzan Jr., como vice de futebol interino, o Grêmio toca as negociações no dia a dia com Klauss Câmara, executivo de futebol.

Futebol