PUBLICIDADE
Topo

Flamengo espera Gabigol, mas se mexe no mercado e volta a buscar Pedro

Bruno Spindel e Marcos Braz encabeçam o departamento de futebol do Flamengo - Foto:Alexandre Vidal / Flamengo
Bruno Spindel e Marcos Braz encabeçam o departamento de futebol do Flamengo Imagem: Foto:Alexandre Vidal / Flamengo

Alexandre Araújo, Leo Burlá e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

10/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Contrato de Gabigol com o Flamengo vai apenas até o fim do ano, de Jorge Jesus até maio
  • Clube tenta concretizar negociação por atacante junto à Inter de Milão, da Itália, e prorrogar vínculo do treinador
  • Enquanto isso, diretoria já analisa elenco e nomes que possam chegar para 2020
  • Fla procurou saber situação de Pedro, ex-Fluminense, e tem conversas por Gustavo Henrique, do Santos

As "novelas" em torno das renovações do atacante Gabigol e do técnico Jorge Jesus tomam conta da agenda do Flamengo no mercado da bola deste fim de temporada. Mas isso não quer dizer que a diretoria não esteja se movimentando em busca de novos nomes e, sim, até de um ganho de qualidade para o elenco que acabou de ter nove de seus 11 titulares eleitos para a seleção do Brasileirão 2019.

A cúpula fez, recentemente, um contato pelo atacante Pedro, ex-Fluminense e atualmente na Fiorentina, da Itália. A ideia, inicialmente, é conseguir um contrato de empréstimo junto ao clube italiano, mas a negociação não promete ter um desenrolar dos mais fáceis.

Pedro já esteve na mira do Flamengo no meio deste ano, quando ele ainda estava no Tricolor das Laranjeiras e Jorge Jesus pensou num atacante de área. À época, os valores oferecidos —Fla indicou proposta de 12 milhões de euros (aproximadamente R$ 55 milhões) por 70% dos direitos— não foram aceitos. A negociação com a Fiorentina foi concretizada por 11 milhões de euros (cerca de R$ 50 milhões) por 80%.

Facbook/Fiorentina
Imagem: Facbook/Fiorentina

A informação sobre o interesse em Pedro foi publicada, primeiramente, pelo jornal "Extra" e confirmada pelo UOL Esporte.

Além de ter Pedro no radar, o Flamengo também tem conversas avançadas por Gustavo Henrique, zagueiro do Santos.

"A gente não fala especificamente de nenhuma negociação. Para não atrapalhar. Como a gente sempre diz, estamos trabalhando o tempo todo para manter o elenco campeão e ajudar a qualificar para lutar por todos os títulos no ano que vem. Ainda temos uma luta esse ano, que é o Mundial. Vamos trabalhar duro para conquistar o Mundial e para ter um elenco ainda mais forte, mantendo os atletas que estão aqui com a gente, dando mais alternativas, aumentando o nível de competitividade interno... Esses são nossos objetivos", disse Bruno Spindel, diretor-executivo de futebol em evento de premiação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Neste mapeamento, a comissão técnica apontou quais as maiores carências que enxerga no atual grupo. A diretoria, que tem como plano A a manutenção de sua base, também analisa possíveis passos em caso de perda de alguns nomes importantes, uma vez que há a consciência de que a boa temporada faz com que alguns jogadores passem a ser cobiçados. Ofertas de mercados do exterior podem aparecer.

Nos casos de Gabigol e Jorge Jesus, as respostas definitivas devem acontecer apenas após o Mundial. O "fico" do atacante depende da vontade dele, uma vez que o Flamengo julga ter o montante necessário para adquirir os direitos junto à Inter de Milão, da Itália. Quando a Jesus, a tentativa é de prorrogar o contrato, que vai até maio.

"Nós estamos muito felizes, o Jorge Jesus está muito feliz com tudo que ele encontrou aqui. Com a estrutura, os atletas, o amor e carinho que ele recebe do torcedor. Está muito feliz aqui. Feliz com a performance, dedicação e comprometimento dos atletas. São bons motivos para que ele fique mais tempo. a recíproca é verdade. Cada coisa tem seu tempo", apontou Spindel.

Flamengo