Topo

Atlético-MG confirma venda de Alerrandro ao Red Bull Bragantino

Alerrandro comemora um de seus gols pelo Atlético-MG - Marcelo Alvarenga/AGIF
Alerrandro comemora um de seus gols pelo Atlético-MG Imagem: Marcelo Alvarenga/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

29/11/2019 17h22

O Atlético-MG confirmou, na tarde de hoje, a venda de Alerrandro ao Red Bull Bragantino. O clube não dá detalhes, mas receberá três milhões de euros (R$ 13,98 milhões na cotação atual) pelo negócio. O atacante se transfere em janeiro de 2020.

"O Atlético acertou, nesta sexta-feira (29), a transferência definitiva do atacante Alerrandro para o Bragantino, a partir de janeiro de 2020. O clube manterá um percentual do jogador em caso de transferência futura. Em razão de cláusula de confidencialidade, valores e condições da transação não serão divulgados", informou por meio de seu Twitter.

"Alerrandro estava no Atlético desde 2014. Em seis anos de clube, da base ao profissional, foi artilheiro em todas as categorias, honrando a camisa alvinegra. Desejamos ao atleta sucesso na sequência de sua carreira", acrescentou.

O primeiro contato entre as partes ocorreu em 10 de outubro passado. Na ocasião, um intermediário procurou Renato Moura, representante de Alerrandro, com o intuito de colher alguns detalhes sobre a sua situação contratual na Cidade do Galo.

A negociação evoluiu no decorrer do mês e chegou a um desfecho positivo nos últimos dias. Em baixa no período, o atacante parou de ser utilizado depois que as tratativas chegaram avançaram. A sua última atuação foi em 13 de outubro passado, na derrota por 4 a 1 para o Grêmio na Arena Independência. Na ocasião, ele ficou em campo por cinco minutos.

Ficou estabelecido que o Galo manterá 20% dos direitos econômicos de Alerrandro após a assinatura do vínculo de cinco temporadas com o Red Bull Bragantino. O clube embolsará esse percentual em uma futura venda do atleta de 19 anos.

Alerrandro tinha contrato com o Atlético até dezembro de 2021. O vínculo do atleta com os mineiros tinha uma multa rescisória de 20 milhões de euros (R$ 93,25 milhões), conforme divulgado pelo UOL Esporte no início da temporada.

Atlético-MG