PUBLICIDADE
Topo

São Paulo tem que vender atletas pra reforçar caixas; veja os mais cotados

Executivo de futebol Raí e presidente Leco acompanham treino do São Paulo no CT da Barra Funda - Marcello Zambrana/AGIF
Executivo de futebol Raí e presidente Leco acompanham treino do São Paulo no CT da Barra Funda Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

27/11/2019 04h00

O São Paulo sabe que precisa reforçar caixa para tentar reduzir a sua dívida. Como informou o relatório da diretoria, o clube acumulou déficit anual de R$ 77 milhões até agosto. A principal maneira encontrada pelo clube para cumprir o seu objetivo é negociar jogadores. Por isso, o departamento de futebol aguarda ofertas e estuda quais possibilidades para atuar no mercado da bola.

Alguns atletas estão valorizados e podem ser importantes neste sentido. Antony, por exemplo, chamou a atenção e recebeu ofertas de potências europeias já na última janela de transferência. Por outro lado, existem também os que são pouco utilizados no elenco e, por isso, podem sair para ter mais espaço em outro clube. Veja agora a situação dos jogadores mais cotados do Tricolor para chamar a atenção nessa janela:

Lucas Perri

O São Paulo esperava que ele tivesse sido negociado em definitivo após empréstimo para o Crystal Palace, da Inglaterra. Como o clube já conta com Tiago Volpi, que deve renovar o seu contrato, e Jean, o arqueiro pode buscar espaço em outra equipe. Aos 21 anos, ele tem contrato até 30 de abril de 2022.

Arboleda

É titular absoluto na equipe tricolor. No entanto, ele já demonstrou o desejo de atuar na Europa e o São Paulo enxerga no equatoriano de 28 anos um bom potencial para fazer caixa. Já recebeu oferta do Kansas City, dos EUA, que foi recusada pelo clube. Tem contrato até 25 de junho de 2022.

Walce

Apesar de ser pouco utilizado no time principal, o zagueiro, de 20 anos, é considerado uma das principais promessas das categorias de base. Constantemente convocado para defender a seleção de sua categoria, ele tem contrato com o clube até 31 de dezembro de 2022.

Liziero

Teve boas apresentações e é peça importante no elenco. A única contestação ao meio-campista, de 21 anos, diz respeito ao número de ausências por causa de lesões. Está na mira do Barcelona e tem contrato com o São Paulo até 30 de abril de 2023.

Hudson

Chegou a ser capitão do São Paulo. Perdeu espaço na época em que o time era dirigido por Cuca quando pediu para ser encarado apenas como volante, e, assim, não atuar na lateral direita. Atualmente, aos 31 anos, ele é pouco utilizado e poderia ser uma boa moeda de troca ou peça para fazer dinheiro. Tem vínculo até 31 de dezembro de 2021.

Calazans

Chegou ao São Paulo por indicação de Cuca. Disputou somente quatro partidas pela equipe e, em algumas oportunidades nem foi relacionado para integrar a delegação. Aos 23 anos, tem contrato com o clube até 30 de junho de 2022.

Antony

Um dos principais ativos. Constantemente é convocado para a seleção olímpica. Na janela de transferência anterior, ele recebeu uma proposta do Manchester City, que tinha uma parceria com o Sporting —-ele poderia atuar por um ano em Portugal antes de ir para a Inglaterra. A oferta era de 20 milhões de euros, com bônus de 5 milhões de euros por metas. Aos 19 anos, ele tem contrato com o clube até 30 de junho de 2024.

Igor Gomes

Também é uma das promessas das categorias de base. Aos 20 anos, ele se consolidou como titular com Fernando Diniz. Foi chamado por Tite para treinar com a seleção brasileira. Na última janela, chegou a receber uma proposta de um clube espanhol, que foi recusada. Tem contrato até 31 de março de 2023.

Helinho

Surgiu como um talento da base, mas aos poucos perdeu espaço. Olheiros da Inter de Milão chegaram a observar o atacante de 19 anos. Tem contrato com o Tricolor até 30 de abril de 2023.

São Paulo