Topo

Futebol


Grêmio vai à Fifa e cobra Al-Ittihad por dívida em venda de Marcelo Grohe

Marcelo Grohe foi negociado pelo Grêmio com clube da Arábia Saudita em janeiro deste ano - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Marcelo Grohe foi negociado pelo Grêmio com clube da Arábia Saudita em janeiro deste ano Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

22/11/2019 19h12

O Grêmio acionou a Fifa para cobrar parcelas atrasadas da transferência de Marcelo Grohe ao Al-Ittihad, em janeiro. Segundo apurou o UOL Esporte, o clube da Arábia Saudita ainda precisa quitar cerca de 1,3 milhão de euros (R$ 6 milhões na cotação atual). Os árabes não se manifestaram durante o prazo de defesa legal e o processo de cobrança continua.

A ação na Fifa é a mais recente tentativa de cobrança e foi realizada no início do mês. Antes, o Grêmio procurou o Al-Ittihad em busca de acordo e não recebeu os atrasados.

Grohe foi negociado por 2,7 milhões de euros (R$ 12,7 milhões na cotação atual). O Al-Ittihad pagou somente a primeira de um total de três parcelas. O goleiro deixou o Grêmio após 19 anos no clube, entre período na escolinha e o status de titular absoluto do time e ídolo da torcida.

Aos 32 anos, Marcelo Grohe jogou três partidas na atual temporada depois de superar uma cirurgia na mão.

O Grêmio chegou a divulgar no balancete do primeiro trimestre de 2019 o recebimento de R$ 12,4 milhões em vendas de atletas no mês de janeiro. A quantia é referente ao acumulado de mais de uma negociação, porém à época foi encarada por conselheiros do clube como lançamento da saída de Grohe.

Futebol