PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Marcelo Grohe volta a atuar após quase um ano: "Difícil descrever"

Marcelo Grohe posa com a camisa do Al-Ittihad, seu novo clube - Reprodução
Marcelo Grohe posa com a camisa do Al-Ittihad, seu novo clube Imagem: Reprodução

31/08/2019 19h08

Hoje foi especial para Marcelo Grohe. O goleiro voltou a disputar uma partida oficial, algo que não acontecia desde o dia 30 de outubro do ano passado. O empate em 0 a 0 com Al Ahed, no Líbano, garantiu classificação à segunda fase da Mohammed VI Champions Cup, a Liga dos Campeões Árabes, e marcou também a estreia de Grohe pelo Al Ittihad.

O goleiro não jogava desde Grêmio x River Plate, na semifinal da Libertadores de 2018, quando sofreu várias fraturas, incluindo no punho e em duas costelas.

"Muito feliz. Difícil até para descrever. Eu jogo futebol desde criança e nunca tinha ficado tanto tempo parado. Não foi fácil. É preciso muita paciência para aceitar que os passos são lentos e que cada etapa deve ser muito bem realizada. Fui comemorando uma batalha por vez até que esse dia chegasse", comentou o ex-goleiro do Grêmio em seu perfil oficial no Instagram.

Em jogo controlado, o brasileiro foi mais exigido no final da primeira etapa, quando os donos da casa apresentaram maior volume ofensivo. Aos 41 minutos, saiu de soco para afastar um escanteio da esquerda e armou um perigoso contra-ataque para o Ittihad. Aos 43 e 46, fez duas defesas sem rebote em chutes cruzados, de fora da área. Aos 51, mostrou as qualidades que fizeram dele o melhor goleiro da América em 2017: acompanhou um cruzamento rasteiro e mergulhou no bico da pequena área, chegando antes que o atacante e evitando o gol.

Grohe foi anunciado pelo Al Ittihad no dia 2 de janeiro, encerrando um ciclo de quase 19 anos no Grêmio. Cerca de um mês depois, constatou-se que o tratamento convencional não seria suficiente para que o atleta se recuperasse de uma lesão no punho direito, sofrida ainda em outubro de 2018, durante a disputa da semifinal da Libertadores pelo Grêmio.

Em 6 de fevereiro, o goleiro passou por cirurgia em Madrid para reparo de um ligamento. Foram três meses de tratamento na capital espanhola. De volta aos trabalhos, em 9 de julho chegou a Bolton, na Inglaterra, onde permaneceu até o dia 25. O período de preparação foi encerrado em Dubai.

Esporte