Topo

Futebol


Mercado 2020 será assim? 8 reforços "gratuitos" que decidiram pros grandes

Filipe Luís acertou com o Flamengo depois de deixar o Atlético de Madrid - Alexandre Vidal / Flamengo
Filipe Luís acertou com o Flamengo depois de deixar o Atlético de Madrid Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

17/11/2019 04h00

O sucesso no futebol costuma ser atribuído ao investimento feito pelo clube. No entanto, há quem consiga se destacar mesmo buscando jogadores de forma gratuita no mercado da bola. Em 2019, alguns gigantes do Brasil buscaram atletas relevantes sem onerar os cofres com uma taxa de transferência. Será que em 2020 o modelo se repetirá?

O UOL Esporte preparou uma lista com atletas que chegaram ao Brasil assim e são relevantes para os seus times. Veja, abaixo, oito jogadores contratados gratuitamente e com destaque em seus clubes.

Filipe Luís (Flamengo)

Bruna Prado/Getty Images
Imagem: Bruna Prado/Getty Images

Filipe Luís entrou em acordo com o Flamengo no fim de julho. O lateral esquerdo estava no Atlético de Madri até o fim da temporada europeia passada. No entanto, não teve o seu vínculo renovado no Wanda Metropolitano e ficou livre para assinar contrato com outra equipe. Ele até recebeu ofertas para seguir na Europa, onde estava desde 2004. Contudo, preferiu voltar ao Brasil para defender o clube do coração. O jogador já participou de 18 jogos sob a batuta de Jorge Jesus. Mesmo sem participação direta em gols, é um nome preponderante para a equipe carioca.

Rafinha (Flamengo)

Allan Carvalho/AGIF
Imagem: Allan Carvalho/AGIF

Rafinha se tornou peça-chave na forma de a equipe atuar. O lateral direito deixou o Bayern de Munique ao fim de seu acordo para fechar com o clube carioca no início de julho. O atleta de 34 anos brilha com a bola nos pés e tem números relevantes, com seis assistências em 25 jogos.

Diego Tardelli (Grêmio)

Pedro H. Tesch/AGIF
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Diego Tardelli viu o seu contrato com o Shandong Luneng acabar no fim de janeiro. A espera por um clube, contudo, não durou muito tempo. Ele se mudou para o Grêmio em 12 de fevereiro e frustrou as expectativas do Atlético-MG. Após um início desanimador no clube, o atacante passou a se destacar com bons jogos. Ele fez 35 jogos entre Brasileirão e Libertadores, marcou cinco gols e deu uma assistência.

Dani Alves (São Paulo)

Bruno Ulivieri/AGIF
Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

O lateral direito deixou o Paris Saint-Germain no meio do ano e despertou o interesse de outros gigantes europeus. Porém, a sua intenção era se mudar para o São Paulo, clube do coração. Escalado como meio-campista no time do Morumbi, o craque já fez 15 partidas, marcando dois gols e dando três assistências. Ele é o principal nome da equipe (e voltou a jogar bem contra o Santos, no empate de ontem em 1 a 1). Não à toa veste a camisa 10.

Juanfran (São Paulo)

Rubens Chiri / saopaulofc.net
Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Aos 34 anos, o lateral direito espanhol supreendeu ao escolher o São Paulo como seu novo clube. Juanfran deixou o Atlético de Madrid ao fim de seu contrato, em junho passado, e aceitou a oferta para jogar no Morumbi. Em 12 partidas, já deu uma assistência. É um dos principais nomes do São Paulo de Fernando Diniz.

Mauro Boselli (Corinthians)

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O atacante argentino deixou o León (MEX), clube em que foi ídolo, ao fim do ano passado. A escolha pela América do Sul o levou direto para o Corinthians. O jogador viveu um momento de baixa sob a batuta de Fábio Carille, mas tem se recuperado com Coelho, interino da equipe paulista. Em 1.105 minutos jogadores no Brasileiro, marcou seis gols e deu duas assistências.

Robson Bambu (Athletico-PR)

Divulgação/Site oficial do Athletico-PR
Imagem: Divulgação/Site oficial do Athletico-PR

Ele não faz gols, não dá assistências, mas participou dos dois jogos mais importantes do Athletico-PR em 2019. Destaque nas finais da Copa do Brasil e responsável por anular o ataque do Internacional, Robson Bambu chegou de graça à Arena da Baixada. O atleta de 21 anos assinou um pré-contrato ainda em 2018 para deixar o Santos e jogar pelo Furacão. O defensor se mudou para o CT do Caju ainda em novembro, mas só ficou à disposição do time profissional no início deste ano. Ele é tido como reserva, mas as atuações de destaque no título nacional dão ao jogador uma posição de destaque na lista.

Rafael Sóbis (Internacional)

MAX PEIXOTO/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: MAX PEIXOTO/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

O atacante deixou o Cruzeiro no início deste ano ao rescindir o seu contrato. Após a quebra do vínculo, ele se acertou com o Internacional. O atacante fez um vínculo até o fim de 2019 e, mesmo aos 34 anos, foi crucial para a chegada à final da Copa do Brasil. Ele esteve em campo nos jogos decisivos do torneio e foi muito importante na semifinal, diante do ex-clube.

Errata: o texto foi atualizado
O texto informava que Daniel Alves tinha apenas um gol na temporada, mas ele marcou o segundo no jogo com o Santos. A informação foi corrigida
O texto informava que Santos e São Paulo empataram em 0 a 0, mas o placar correto foi 1 a 1. A informação foi corrigida.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Futebol