Topo

Erik ainda é vice-artilheiro do Botafogo, mesmo sem jogar há quatro meses

Erik teve destaque com a camisa do Botafogo e virou xodó da torcida - Andrés Cristaldo/EFE
Erik teve destaque com a camisa do Botafogo e virou xodó da torcida Imagem: Andrés Cristaldo/EFE

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Erik chegou ao Botafogo no ano passado, emprestado pelo Palmeiras
  • A passagem do atacante por General Severiano durou 11 meses e ele caiu nas graças da torcida
  • No meio do ano, o jogador deixou o Botafogo rumo ao futebol japonês
  • O time alvinegro, nesta temporada, vem vivendo jejum no setor ofensivo

Erik teve uma rápida passagem pelo Botafogo. Foram 11 meses no clube entre as temporadas de 2018 e 2019. O curto período foi o suficiente para o atacante balançar as redes e cair nas graças da torcida. A idolatria se justifica. Prova disso é que ele ainda é o vice-artilheiro do Alvinegro na temporada mesmo sem entrar em campo há quase quatro meses.

Alex Santana é o jogador que mais balançou as redes dos adversários com dez gols na atual temporada. Na segunda colocação aparecem Diego Souza e Erik, que trocou o Botafogo pelo Yokohama Marinos, do Japão, no fim de julho.

Após a saída de Erik, Diego Souza cresceu de produção e marcou cinco gols, todos no Campeonato Brasileiro. Alex Santana, por sua vez, balançou as redes em apenas mais duas oportunidades. O fato é que o Botafogo perdeu força ofensiva desde então, já que não conseguiu repor a perda.

Erik, por outro lado, segue sua rotina de deixar os torcedores felizes. No Yokohama, o atacante já marcou seis gols em dez jogos. Na temporada, o jogador já chegou aos 15 tentos, o que o deixa próximo da sua melhor marca na carreira, quando fez 19 pelo Goiás, em 2015.

Sua média é de dez gols por temporada. Os números sofreram uma queda significante por conta da passagem pelo Palmeiras, onde teve poucas oportunidades e, consequentemente, fez poucos gols - foram apenas três em 44 jogos durante as temporadas 2016 e 2017.

Sua identificação com o Botafogo foi imediata e segue até os dias atuais. O atacante manteve sua base de fãs nas redes sociais e eles pedem seu retorno a General Severiano a cada postagem. O próprio atacante manifesta esse desejo, mas sem uma data específica.

Botafogo