Topo

Futebol


Atlético-MG volta a falar em Libertadores, mas pontuação mostra o contrário

Técnico Vagner Mancini, do Atlético-MG - Bruno Cantini/Atlético
Técnico Vagner Mancini, do Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Atlético

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

11/11/2019 04h00

Mais tranquilo em relação a um possível rebaixamento, o Atlético-MG volta a fazer metas ousadas no Campeonato Brasileiro 2019. O time, porém, precisa melhorar o rendimento em campo na temporada.

Hoje, o Galo está com 40 pontos e ocupa a 12ª colocação do torneio nacional. A seis rodadas do fim, Vagner Mancini crê que ainda é possível vencer os jogos seguintes e tirar uma diferença de nove pontos para o último time da zona de classificação para a Libertadores - o Internacional, sétimo posicionado.

"Eu acho que ainda é possível, sim (conquistar vaga na Libertadores). Tudo é estudo momentâneo. Hoje, temos que ganhar mais uma partida para respirar. A partir do momento em que ganharmos mais uma partida, de nove pontos a gente terá feito sete. E aí você passa a pontuar de uma forma diferente no campeonato, você passa a buscar, por que não, até o sexto lugar. Eu acho que é possível. Difícil? Difícil. Mas é possível, sim", disse o treinador.

O que contrasta com a declaração do técnico é o mau momento do time em 2019. Nas últimas dez rodadas, a equipe obteve duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas. O aproveitamento dos mineiros no período é 33,33%. Somente cinco times foram abaixo da equipe - Corinthians (26,67%), Chapecoense (23,33%), Botafogo (22,22%), Bahia (20%) e Avaí (3,7%).

Botafogo e Avaí ainda entram em campo hoje, mas não podem ultrapassar o rendimento do Galo no que se refere aos últimos dez jogos disputados.

Futebol