Topo

Futebol


Atlético-MG e Cruzeiro deixam campo conformados com 0 a 0 sem brilho

Thiago Neves e Zé Welison disputam bola na partida entre Cruzeiro e Atlético-MG, no Mineirão - Alessandra Torres/AGIF
Thiago Neves e Zé Welison disputam bola na partida entre Cruzeiro e Atlético-MG, no Mineirão Imagem: Alessandra Torres/AGIF

do UOL, em São Paulo

10/11/2019 19h50Atualizada em 10/11/2019 19h50

Após o empate sem gols neste domingo (10), Atlético-MG e Cruzeiro deixaram o gramado do Mineirão conformados com o resultado de um jogo sem brilhos ou grandes atuações.

Em entrevista ao Canal Premiere, Otero falou sobre o que faltou para o Atlético: "Acho que controlamos bem o jogo. Eles tiveram a posse de bola, mas conseguimos ter uma boa performace, principalmente na parte defensiva e saímos com um bom resultado em um modo geral."

Vagner Mancini falou sobre a melhora do time na segunda etapa do jogo deivdo à mudança tática na defesa "A partir do momento que o Atlético passou a jogar melhor, todos os atletas apareceram e jogaram mais. São nuances de um jogo de futebol", o técnico afirmou que o ajuste fez a diferença e que o jogo foi equilibrado.

O técnico do Cruzeiro, Abel Braga, considerou o resultado condizente coma atuação restrita aos 30 minutos de jogo bem jogados pelo time: "Na verdade, naquele domínio dos 30 minutos, nós erramos muito o último passe, a última bola, nem os escanteios estavam bem batidos. Os resultados se ajustam para todo mundo, mas foi um jogo feio. Nós jogamos bem só 30 minutos, não mereciamos vencer".

Os jogadores do Cruzeiro também não ficaram felizes com o resultado, Henrique falou sobre tropeços em detalhes, o que não trouxe os pontos que desejam conquistar. Fred, que teve chances de finalizar, disse ao Canal Premiere: "Nós tivemos muito volume no primeiro tempo, mas não convertemos em gol. Mas no geral, o jogo foi equilibrado e o resultado foi justo."

O "resultado justo" deixa o Atlético, com 40 pontos, na posição 11 da tabela, e o Cruzeiro em 15° com 35 pontos.

Futebol