Topo

Apesar de elenco e evolução no SPFC, Diniz tem aproveitamento questionável

Técnico Fernando Diniz comanda São Paulo - Bruno Ulivieri/AGIF
Técnico Fernando Diniz comanda São Paulo Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

Do UOL, em São Paulo

11/11/2019 16h26

O revés do São Paulo para o Athletico, ontem (11), em pleno Morumbi, fez com que o técnico Fernando Diniz passasse a ser alvo de críticas. Quem for analisar os números do treinador vai ter motivos para ficar preocupado. À frente de três equipes no Campeonato Brasileiro nos últimos dois anos, ele tem retrospecto de rebaixado, com 10 vitórias, oito empates e 19 derrotas - com 34,2% de aproveitamento.

Em 2018, justamente no comando do Athletico-PR ele teve dois triunfos, três empates e sete derrotas, com 25% de aproveitamento dos pontos. Vale destacar que ele ainda foi criticado por dirigir o time no 1 a 0 do São Paulo sobre os paranaenses, sendo a primeira vez que o Tricolor paulista ganhou do rival na Arena da Baixada.

No começo deste ano, Diniz era o responsável pelo time do Fluminense. O técnico teve resultados abaixo do esperado também no clube das Laranjeiras. Foram três vitórias, três empates e oito derrotas, com 28,6% de aproveitamento. O desempenho foi apontado como o motivo para que o treinador perdesse o seu emprego, em agosto.

No lugar de Cuca no São Paulo, Fernando Diniz teve o respaldo dos jogadores e da diretoria para iniciar o seu trabalho. Com o resultado de ontem, ele passa a ter cinco triunfos, dois empates e quatro derrotas, com 51,5% de aproveitamento. Ou seja, com um elenco mais bem qualificado, com Daniel Alves, Hernanes e Pato, Diniz melhorou o seu retrospecto, mas não o suficiente para tranquilizar a torcida.

São Paulo