Topo

Grêmio planeja renovação do time com mais jovens da base e poucos reforços

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

09/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Grêmio já começa a mapear formação do elenco principal para o próximo ano
  • Pelo menos cinco jovens do time sub-20 ou time de transição deverão ser promovidos
  • Ideia é usar atletas da base para compor o elenco e dar fôlego na busca por reforços
  • Grêmio deve contratar entre quatro e cinco novos jogadores no mercado
  • Número de contratações pode aumentar se algum jogador deixar o elenco gremista

O Grêmio de 2020, aos poucos, vai começando a ser desenhado. Mesmo que a diretoria e Renato Gaúcho enfatizem o discurso de manter o foco na reta final do Campeonato Brasileiro, as ideias para a próxima temporada fervilham no CT Presidente Luiz Carvalho. A principal é executar uma renovação no elenco principal sustentada por jovens das categorias de base.

Em janeiro, ao menos cinco garotos do time sub-20 ou equipe de transição, devem ser promovidos para trabalhar ao lado de Geromel e companhia.

Frizzo, Isaque, Ferreira e Da Silva já estão no grupo principal.

Com vários garotos para integrar o elenco, o Grêmio entende que ganha fôlego financeiro para investir na contratação de reforços. Nomes que sejam capazes de fazer a diferença no time.

A ideia inicial é contratar entre quatro e cinco caras novas no mercado. O número pode ser atualizado se alguém deixar o grupo mediante oferta tentadora. Luan, com contrato até o fim do ano que vem, puxa a lista de atletas negociáveis e pode ser envolvido em trocas.

"A renovação já é praticamente automática. Com garotos e sem buscar grandes jogadores, por não ter esse dinheiro todo, mas com garotos que dão a resposta. Essa renovação é a melhor possível. O Grêmio sempre teve os pés no chão, dou apoio a eles e não adianta querer fazer loucuras se não tem condições. A conta vai chegar lá na frente. Não adianta trazer e depois atrasar pagamento", disse Renato Gaúcho.

"Os demais jogadores, bom, depois a gente senta e conversa. Troca ideias. Todo final de ano, em qualquer clube, alguns jogadores saem e outros chegam. É normal. Mas a gente não tem que parar para pensar nisso agora. A gente tem que parar para pensar em botar o clube no G-4. Entramos, mas para se manter é muito difícil. Faltam sete rodadas e temos que jogar todas como decisões. Esse é o nosso objetivo", acrescentou o treinador.

O Grêmio volta a campo diante da Chapecoense, amanhã (10), às 19h, na Arena Condá.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grêmio