Topo

Pituca admite ser "fominha" e agradece DM do Santos por rápida recuperação

Pituca comemora gol com Eduardo Sasha - Ivan Storti/Santos FC
Pituca comemora gol com Eduardo Sasha Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

05/11/2019 16h41

O volante Diego Pituca voltou ao time titular na goleada do Santos sobre o Botafogo no último domingo. O jogador ficou apenas um jogo longe dos gramados se recuperando de uma entorse no tornozelo esquerdo que fez com que deixasse o clássico contra o Corinthians chorando de dor. Ele admitiu: não quer ficar fora de nenhum jogo.

O camisa 21 é o queridinho do técnico Jorge Sampaoli na temporada. Dos 57 jogos do ano, Pituca ficou fora de apenas seis e nunca no ano o Peixe foi a campo duas vezes consecutivas sem o volante. Ele agradeceu ao Departamento Médico do clube pela rápida recuperação.

"Tento ajudar o Santos em todas as oportunidades, então quero estar sempre jogando. Fiquei fora contra o Bahia, mas pude retornar no fim de semana graças ao trabalho dos médicos e fisioterapeutas do clube. Se eu estou jogando, é por causa deles", afirmou.

Com Sampaoli, Pituca já atuou em todas as funções do meio-campo: primeiro e segundo volante, meia central e até meia ofensivo. Em duas partidas, o camisa 21 fez também a função de lateral-esquerdo, que já tinha exercido com o ex-técnico Cuca e antes disso, quando ainda atuava pelo Botafogo-SP.

A versatilidade e o bom passe fizeram com que o volante caísse nas graças do técnico argentino de forma imediata. Ele é o único atleta que nunca entrou no rodízio promovido por Sampaoli na equipe titular. Suas sequências no 11 inicial só são quebradas por lesões ou suspensões.

Certamente com Pituca, o Santos enfrenta o Avaí amanhã, às 21h, na Ressaca, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe ocupa a terceira colocação e acredita que os dois duelos consecutivos fora de casa, diante de Avaí e Goiás, podem ser decisivos para carimbar a vaga direta na Libertadores do ano que vem.

"Sabemos que os seis pontos nos deixarão em uma posição muito confortável na tabela, encaminhando a vaga direta na fase de grupos da Libertadores. Serão dois jogos difíceis, mas estamos preparados para voltar dessa maratona com os seis pontos. O Avaí está numa situação difícil, mas já fez bons jogos na competição. Precisamos entrar concentrados para não sermos surpreendidos", opinou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Santos