PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Richarlyson admite tristeza por não estar em calçada da fama do São Paulo

Richarlyson no Os Donos da Bola - Reprodução/TV Bandeirantes
Richarlyson no Os Donos da Bola Imagem: Reprodução/TV Bandeirantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/10/2019 13h52

Convidado do Os Donos da Bola, programa da Bandeirantes, desta quarta-feira, Richarlyson falou sobre sua ausência na calçada da fama do São Paulo, localizada no Morumbi. Triste com o ocorrido, o tricampeão brasileiro, no entanto, exaltou o carinho que recebe, até hoje, dos são-paulinos. Atualmente, Richarlyson atua como auxiliar do time de vôlei Sesi Bauru, como braceiro - que ajuda nos reflexos e força das jogadoras -, com o objetivo de atacar com a maior força física possível.

"A gente fica (triste). Toda a dedicação que eu tive pela instituição, na hora de retribuir o que eu fiz pelo clube, eu não estava. Mas, o mais importante é que a minha história está lá, queira ou não queira", afirmou Richarlyson.

"A grande maioria dos são-paulinos me respeita. (...) A grande maioria, aqueles são são-paulinos de verdade, sabem o que eu fiz dentro do clube, o que eu conquistei e, se meu nome está ou não na calçada da fama, para mim, não importa. O mais importante é o carinho que eu recebo do são-paulino", completou.

Na sequência, o campeão mundial com o São Paulo falou sobre o Choque-Rei desta noite, às 19h30, no estádio do Palmeiras. Destacando o equilíbrio do jogo, Richarlyson defendeu que seu ex-clube tem condições de vencer pela primeira vez na casa do rival.

"É um jogo que vai ser gostoso de assistir, porque as duas equipes gostam de estar com a bola, mas eu acho que é momento do São Paulo quebrar essa hegemonia", disse.

Já sobre Daniel Alves, que volta ao time após cumprir suspensão, Richarlyson acredita que, neste momento, o maior vencedor da história do futebol deve atuar na lateral direita.

"Neste time, neste contexto do Diniz, eu prefiro ele na lateral direita. Não que ele não faça boas partidas no meio, mas está tão encaixado com os meninos...", opinou.

UOL Esporte vê TV