PUBLICIDADE
Topo

Grêmio visita Flamengo e se inspira para melhorar área médica em 2020

Duda Bairros/AGIF
Imagem: Duda Bairros/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/10/2019 04h00Atualizada em 27/10/2019 14h04

O Grêmio fez uma visita ao CT do Flamengo para intercâmbio na área médica. De acordo com o clube gaúcho, a ideia foi buscar possíveis ajustes ao trabalho do departamento médico em Porto Alegre. Após a conversa, a diretoria gremista saiu com a ideia de que terá de comprar equipamentos adicionais.

A conversa ocorreu antes da segunda partida válida pela Libertadores, no Maracanã, que terminou com placar de 5 a 0 para o Flamengo. Segundo relato de pessoas que participaram do intercâmbio, o contato foi há 60 dias.

O Grêmio foi representado Marcos Hermann, vice-presidente do clube, Márcio Dornelles, médico do departamento de futebol, e Klauss Câmara, executivo de futebol. O trio foi recebido por Márcio Tannure, chefe do setor médico do Fla.

"O Grêmio visitou o Flamengo, os médicos do Grêmio fizeram uma avaliação do departamento médico do Flamengo e chegamos à conclusão de que temos necessidade de alguma coisa de equipagem, de aparelhos, mas a metodologia é praticamente a mesma", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, ao SBT Esporte do Rio Grande do Sul.

Uma das motivações para a busca por informações da área médica do Flamengo foi o relato de que Arrascaeta e Rafinha evoluíram muito na recuperação de lesões. O lateral teve fratura no rosto e o uruguaio encarou cirurgia no joelho, mas ambos atuaram contra o Grêmio.

O Grêmio, por outro lado, perdeu Luan e Jean Pyerre para o fatídico jogo no Rio de Janeiro. Ainda assim, a leitura do clube gaúcho é de que as ausências passam longe de qualquer eventual erro médico ou falha nos processos de recuperação.

"Todo mundo perde jogadores importantes, o Flamengo perdeu. O problema de se recuperar ou não a tempo vai muito do tipo de lesão que o jogador tem. Nós perdemos nossos dois meias. O Luan vem com essa lesão há tempos e chegou num momento importante da temporada e ele não aguentou. O Jean teve um estiramento muito forte, dificilmente se vê uma lesão assim em grau tão grande. Os médicos fizeram de tudo para recuperar eles, mas não deu", comentou Renato Gaúcho.

Luan tem uma fissura em osso do pé direito, também chamada de fratura por estresse. Jean Pyerre teve lesão muscular durante treino e chegou a fazer tratamento em dois turnos para ficar no banco na última quarta-feira.

O Grêmio volta a campo diante do Botafogo, domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Futebol