Topo

Fla dá show, faz 5 a 0 no Grêmio e vai à final da Libertadores após 38 anos

Assista aos melhores momentos de Flamengo 5x0 Grêmio

Gols da Libertadores

Leo Burlá e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/10/2019 23h22

Resumo da notícia

  • Equilíbrio do jogo durou por cerca de 40 minutos, até Fla abrir o placar
  • Paulo Victor falha, deixa a bola nos pés de Bruno Henrique e é criticado
  • Gabigol marca duas vezes e assume também a artilharia da Libertadores
  • Demolidor, Flamengo agora vai encarar o River Plate na decisão

O Flamengo está na final da Copa Libertadores da América após 38 anos de espera. E de maneira incontestável. O Rubro-Negro transformou o Maracanã em um palco nesta quarta-feira (23), dando um verdadeiro show de futebol para golear o Grêmio por 5 a 0 e confirmar a vaga na grande decisão do próximo dia 23, em Santiago (Chile), contra o River Plate-ARG.

O Grêmio tentou igualar as ações no primeiro tempo após um duelo de ida onde já assistira a um Flamengo superior. Durou 41 minutos. Foi quando Bruno Henrique aproveitou rebote de Paulo Victor em chute de Gabigol para fazer 1 a 0. Até aí parecia um jogo normal. Parecia. Mas os quatro gols em 25 minutos na volta do segundo tempo trataram de colocar a partida na galeria das inesquecíveis para o time carioca. Gabigol (duas vezes, para se tornar também artilheiro do torneio continental), Pablo Marí e Rodrigo Caio completaram os gols da vitória histórica.

Os melhores: Gabigol e Bruno Henrique

O ataque do Flamengo foi o grande diferencial na partida. Com muita velocidade e intensidade, Gabigol e, principalmente, Bruno Henrique infernizaram a defesa do Grêmio e foram decisivos para o resultado ao marcarem os três gols do duelo.

Os piores: Paulo Victor e Michel

O goleiro não parece estar à altura do time. Paulo Victor não foi bem na partida e motivou muitas reclamações da torcida do Grêmio nas redes sociais depois de soltar a bola do primeiro gol. Quem também não esteve em noite iluminada foi Michel. O volante falhou no lance do primeiro gol do Flamengo e teve atuação apagada.

Fim do mistério e força máxima

Depois de muita expectativa em relação às condições médicas de Rafinha e Arrascaeta, o Flamengo divulgou a escalação com força máxima. O lateral direito foi a campo com um capacete após uma cirurgia na face devido a uma fratura, fruto de um choque no jogo com o Athletico-PR, pelo Brasileiro. Já o apoiador uruguaio recuperou-se de uma artroscopia realizada justamente depois do primeiro duelo com o Grêmio, em Porto Alegre - estava fora desde então.

Tentativas de invasão

Momentos antes de a bola rolar, a alegria dentro do estádio contrastou com a tensão nos arredores do Maracanã. Um grupo de torcedores tentou invadir o estádio em duas oportunidades, uma na Rua Eurico Rabelo e outro próximo à rampa da UERJ. A PM, porém, conseguiu agir rapidamente e impedir entradas irregulares ao local do jogo.

Torcida do Fla faz mosaico no Maracanã

A torcida do Flamengo promoveu uma grande festa na entrada do time. Além de um mosaico com a frase "até o fim", os rubro-negro de outras partes da arquibancada ergueram faixas vermelhas e pretas e fizeram uma "chuva" de bobinas de papel.

Grêmio surpreende no início, mas cai depois

A escalação deu o sinal e os primeiros minutos confirmaram. O Grêmio entrou diferente em campo, com marcação intensa e fechando espaços. Armado para o contra-ataque, o time gaúcho conseguiu criar grande oportunidade que Maicon desperdiçou antes dos 20 minutos, para defesa de Diego Alves. Dali em diante, a estratégia foi sendo anulada pela evolução do Flamengo. A equipe gremista passou a errar muitos passes e levou gol ao provar do próprio veneno.

Após começo equilibrado, Fla toma conta do jogo

O começo de jogo não foi como a torcida do Flamengo esperava. A pressão inicial não ocorreu e o Grêmio ainda deu trabalho ao sistema defensivo. O jogo só começou a mudar para o lado rubro-negro a partir dos 25min, quando Bruno Henrique quase abriu placar de cabeça. A partir desse lance, os donos da casa passaram a pressionar os gaúchos e exigir boas defesas de Paulo Victor, como em chutes de Arrascaeta e Gabigol.

Destaque, Bruno Henrique abre placar

Um dos melhores jogadores em campo, Bruno Henrique abriu o placar para o Flamengo. Na jogada Maicon recebeu passe de Michel e viu o atacante rubro-negro roubar a bola. Ele acionou Gabigol, que chutou cruzado para defesa parcial de Paulo Victor. Ele soltou nos pés do próprio camisa 27: 1 a 0.

Gremistas reclamam do goleiro Paulo Victor

A torcida do Grêmio fez muitas reclamações em relação ao goleiro após o lance que acabou no gol de Bruno Henrique. Nas redes sociais, tricolores apontaram que o arqueiro foi o culpado pelo abertura do placar. Alguns rubro-negros fizeram piada, lembraram que Paulo Victor é cria do clube e apontaram que ele teria dado "uma mãozinha" aos cariocas.

Fla tem volta fulminante e faz quatro gols em 25 minutos

O Flamengo voltou fulminante do intervalo. Disposta a "matar" o adversário e assegurar o quanto antes a classificação para a final. Gabigol marcou logo no primeiro minuto. O camisa 9 voltou a deixar sua marca, dessa vez de pênalti, aos 10min. Os demais gols ocorreram em jogadas de bola parada. Pablo Marí, aos 21min, e Rodrigo Caio, aos 25min, levaram o Maracanã à loucura.

Everton se sacrifica, Grêmio sente muito

Artilheiro do Grêmio no ano, o camisa 11 fez um jogo voltado ao auxílio na marcação. O sacrifício de Everton cobrou seu preço: o time gaúcho ficou longe do gol. Cebolinha, tão decisivo em jogos fora de casa na Libertadores, foi só mais um no Maracanã, enquanto seus companheiros de seleção brasileira brilhavam.

Festejado, Diego volta a campo após mais de 3 meses

Diego voltou aos gramados nesta quarta-feira, quando a fatura já estava liquidada. Ele entrou na vaga de Gerson e foi muito festejado pela torcida. E também pelos companheiros. Everton Ribeiro, por exemplo, cedeu a faixa de capitão para o camisa 10 assim que ele entrou em campo.

FLAMENGO 5 X 0 GRÊMIO

Data e hora: 23/10/19, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro, (RJ)
Árbitro: Patrício Loustau (ARG)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
VAR: Raphael Claus (BRA)
Gols: B. Henrique, aos 41min do primeiro tempo; Gabigol, ao 1min e 10min, Pablo Marí, aos 21min, e R. Caio, aos 25min do segundo tempo
Cartões amarelo: Rodrigo Caio (FLA) Kannemann e Everton (GRE)

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Diego), Everton Ribeiro, Arrascaeta (Piris da Motta) e Bruno Henrique (Vitinho); Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

Grêmio: Paulo Victor; Paulo Miranda, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique, Maicon (D. Tardelli) e Alisson (Thaciano); Everton e André (Pepê). Técnico: Renato Gaúcho.

Flamengo