Topo

Gabigol e B. Henrique carregam Fla e somam mais gols que São Paulo em 2019

Assista aos melhores momentos de Flamengo 5x0 Grêmio

Gols da Libertadores

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/10/2019 04h00

O desempenho de Gabigol e Bruno Henrique com a camisa do Flamengo neste ano é histórico. Juntos, os atacantes somam 60 gols. O número é tão expressivo que supera o de cinco clubes da Série A do Brasileirão, incluindo o São Paulo, que tem apenas 44 gols marcados na temporada, mesmo contando com estrelas como Alexandre Pato, Hernanes e Pablo.

O Tricolor tem o pior ataque do Brasileiro, mas não é a única equipe a ser superada pela dupla. CSA (47), Botafogo (56), Chapecoense (57) e Vasco (59) são os demais times da elite do futebol brasileiro e que estão com menos gols do que a dupla flamenguista em 2019.

Vale ressaltar que a única equipe dessa lista que superou os 50 jogos no ano é a Chapecoense. Os demais times foram eliminados precocemente em competições eliminatórias e tiveram menos partidas. O São Paulo é um exemplo disso já que caiu na fase preliminar da Libertadores e também foi despachado cedo da Copa do Brasil. O Flamengo, por sua vez, entrou em campo em 60 oportunidades até agora.

Gabigol é o grande destaque da dupla. Pelo menos na quantidade de gols marcados. O camisa 9 marcou 35 gols na atual temporada: 19 no Brasileiro, sete na Libertadores, sete no Carioca e dois na Copa do Brasil. Foram 47 jogos até o presente momento, o que dá uma média de 0,81 por duelo. A diretoria hoje se esforça em negociações com a Internazionale para mantê-lo no Rio.

"Espero que continue assim. Não só pelos gols, mas também pela equipe, pela participação em jogadas no ataque. Obviamente está acabando o meu contrato, espero que estes últimos jogos, entre aspas, sejam felizes", disse Gabigol.

Bruno Henrique, por sua vez, soma 25 gols: 12 no Campeonato Brasileiro, oito no Carioca e cinco na Libertadores. O atacante esteve em campo pelo Rubro-negro em 50 partidas em 2019, o que representa uma média de 0,5 por jogo.

"Humildade e muito trabalho. Essa é a palavra que posso descrever. O carinho do torcedor com jogador é nítido. É nosso 12º jogador. Muito importante. Essa festa somos todos merecedores. Todo mundo de parabéns", finalizou Bruno Henrique.

Flamengo