Topo

De volta em casa, Everton faz Fortaleza sonhar com "novo Cebolinha"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

19/10/2019 04h00

Everton Cebolinha está em casa. Cria do Fortaleza, o jogador tem ligação afetiva com o clube, do qual saiu muito jovem para atuar no Grêmio. Ainda que fique no banco hoje (19), no duelo da 27ª rodada do Brasileiro, por preservação para o jogo de volta da semifinal da Libertadores, o atacante da seleção é inspiração para o clube que o formou.

Não é apenas o futebol que liga Everton ao Fortaleza. A vida tratou de fazer isso antes mesmo de ele ter na bola a profissão. Com família de torcedores, o atleta natural de Maracanaú logo passou a integrar a base do clube.

"O Everton surgiu nas escolinhas do Fortaleza. Maracanaú é cidade em que está localizado nosso CT da base. Rapidamente foi integrado às equipes de base do clube", disse o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, ao UOL Esporte. "Eu conheci a família do Everton ano passado, em um evento do clube. O pai acabou representando o jogador, que não pode participar da cerimônia. O pai e o avô torcem para o Fortaleza. Passamos a ter um contato maior, com eles até chegando a frequentar treinos e jogos do clube", completou.

Rápido, driblador, de boa conclusão, não demorou para Everton despertar o interesse do Grêmio. Entre 2012 e 2013, se destacou numa competição de base e se transferiu, primeiro por empréstimo, e depois de forma definitiva ao Tricolor. Ainda que o objetivo inicial fosse integrar o time principal do Fortaleza (veja o vídeo).

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

"O Everton foi negociado após disputar a Copa Carpina, competição sub-17 no Estado de Pernambuco. O Grêmio enviou seus olheiros e escolheu o Wesley e o Everton. Acho que o primeiro não chegou a ir, mas o Everton foi negociado, com o Fortaleza mantendo os 10% do jogador", contou o presidente.

Na transferência, pesou a presença do ex-dirigente da base gremista, Júnior Chávare. Hoje no Atlético-MG, ele precisou "segurar" Everton, que pensou em voltar para o Nordeste por causa do frio.

Deixar uma das regiões mais quentes do país para conhecer o rigoroso inverno gaúcho, ficar distante de família e amigos tão jovem e ter que encarar uma dura concorrência por vaga na equipe provocavam dúvidas sobre a continuidade do jogador, que logo acabaram.

"Ninguém imaginava que ele teria tanto sucesso. Acredito que o Everton é melhor jogador atuando no Brasil, foi artilheiro da Copa América. Sabíamos que ele tinha bastante talento, muito jogadores saíram daqui para o Sul do país e não vingaram. Mas ele superou essa barreira e vai se consolidar como a maior revelação da história do Fortaleza, com performances em alto nível", referiu.

Hoje Everton é um dos jogadores mais valorizados do país. Com 23 anos, presença frequente na seleção brasileira e assediado por vários clubes da Europa, ele renovou seu contrato com o Grêmio até 2023 e a multa rescisória pulou para 120 milhões de euros (R$ 551,8 milhões). É de olho nesse sucesso que o Fortaleza estabelece seu objetivo: formar novos "Cebolinhas".

"Acredito e espero que possamos relevar jogadores no mesmo nível. O jogador nordestino é rápido, leve, um atleta que busca o drible. Essa função dos extremos é muito valorizada: jogam pelos lados e marcam muitos gols. A gente está trabalhando para revelar nossos jogadores no nível do Everton, não somente atacantes, mas em várias outras posições, atendendo às necessidades do Fortaleza no âmbito esportivo e financeiro", finalizou o mandatário.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA X GRÊMIO

Data e hora: 19/10/2019 (Sábado), às 17h (Brasília)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO)
Árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Jackson e Bruno Melo; Araruna e Nenê; Marlon, Felipe Pires, Kieza e Wellington Paulista.
Técnico: Rogério Ceni

GRÊMIO: Julio César; Galhardo, David Braz, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Michel (Darlan), Rômulo, Luciano, Patrick (Thaciano) e Pepê; André.
Técnico: Renato Gaúcho

Grêmio