Topo

Futebol


Atlético-MG muda postura e segura técnico após série negativa

Diretoria acompanha série negativa do Galo com Rodrigo Santana, mas não quer repetir prática dos últimos anos - Bruno Cantini/Atlético-MG
Diretoria acompanha série negativa do Galo com Rodrigo Santana, mas não quer repetir prática dos últimos anos Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

13/10/2019 04h00

A diretoria do Atlético-MG mudou a forma de trabalhar. Mesmo com a série negativa na temporada, Rodrigo Santana tem respaldo do departamento de futebol e deve seguir à frente da equipe no restante de 2019. Nas últimas dez rodadas do Campeonato Brasileiro, o Galo somou apenas quatro pontos. Ao todo, foram oito derrotas, um empate e uma vitória. A sequência negativa faz com que o time tenha a segunda pior campanha neste período, melhor apenas que o Ceará, que fez três.

A série negativa levou o time da quarta para a 11ª posição do torneio. Pela primeira vez no ano, o Atlético está na segunda metade da classificação. A fase negativa acarreta em pressão externa sobre Rodrigo Santana, mas não interna.

Nos bastidores do clube, o treinador conta com respaldo dos principais membros da diretoria. O vice-presidente Lásaro Cândido Cunha é de seus defensores. Ele reforçou ao mandatário Sérgio Sette Câmara e ao diretor de futebol Rui Costa a importância da manutenção do técnico após a eliminação na Copa Sul-Americana 2019. A dupla não hesitou em seguir a ideia do vice. Os responsáveis pelo futebol do Galo creem que esta é uma boa forma de melhorar a imagem do clube e se apegam a decisões anteriores equivocadas para dar respaldo ao comandante.

Desde o início da administração de Sette Câmara, o Galo teve quatro treinadores. O primeiro foi Oswaldo de Oliveira, que deixou o clube ainda em fevereiro de 2018, no segundo mês da gestão. Na sequência, em outubro, Thiago Larghi foi demitido por causa da queda de rendimento do time no Brasileirão. Neste ano, em abril, Levir Culpi também foi dispensado pela série negativa na Libertadores.

Com Rodrigo Santana, a cúpula pensou em fazer diferente. Mesmo que haja divergências no trabalho adotado pela comissão técnica na Cidade do Galo, hoje, o cenário é de total apoio, interna e externamente. Todos creem que é possível reagir na competição nacional e mantêm a confiança.

Hoje, às 19h (de Brasília), o Galo entra em campo diante do Grêmio no Independência. A equipe tenta reagir no Brasileiro sob a batuta de seu treinador.

ATLÉTICO-MG x GRÊMIO

Motivo: 25ª rodada do Brasileirão
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 13 de outubro de 2019 (domingo)
Horário: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Neuza Ines Back (FIFA/SP)
VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)

Atlético-MG: Wilson; Patric, Leonardo Silva, Igor Rabello, Iago Maidana e Lucas Hernández; Nathan, Elias, Luan e Juan Cazares (Vinícius); Franco Di Santo. Técnico: Rodrigo Santana.

Grêmio: Paulo Victor; Rafael Galhardo, Geromel, David Braz e Bruno Cortez; Maicon (Rômulo), Michel, Alisson, Luan e Pepê; André (Diego Tardelli). Técnico: Renato Portaluppi.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol