Topo

Atlético-MG fala em Libertadores, mas desempenho recente é de rebaixado

Atlético-MG perdeu para o Vasco no jogo anterior ao do duelo contra o Palmeiras - Fernando Moreno/AGIF
Atlético-MG perdeu para o Vasco no jogo anterior ao do duelo contra o Palmeiras Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

06/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Atlético-MG tem momento decisivo na temporada para definir qual o seu objetivo no Brasileirão 2019. Time enfrentará Palmeiras, Flamengo e Grêmio
  • Diretoria ainda crê na luta por uma vaga entre os seis primeiros colocados do torneio. Rui Costa falou sobre o tema: "Eu acredito"
  • Apesar da confiança, clube tem desempenho de rebaixado nos últimos dez jogos disputados. Aproveitamento é de 30%

O Atlético-MG terá uma sequência para definir qual será o seu objetivo no Campeonato Brasileiro 2019: luta por vaga na Libertadores ou contra o rebaixamento. O time entra em campo diante de Palmeiras, Flamengo e Grêmio nas próximas rodadas e, mesmo que a diretoria fale em disputa por um lugar entre os seis primeiros colocados, o desempenho mostra o time mais perto da briga contra o descenso.

Rui Costa, diretor de futebol atleticano, se manifestou sobre o tema em entrevista após a eliminação para o Colón (ARG) na semifinal da Sul-Americana. O dirigente reforçou a confiança no elenco e disse que espera a classificação para a próxima edição da Libertadores.

"Nós não estamos ainda definitivamente fora da Libertadores do ano que vem. Eu acredito. Eu acredito nesse grupo, acredito no trabalho que é feito aqui todos os dias, acredito no respaldo que a direção me dá", disse.

"Temos plenas condições de estar na Libertadores. Por que não estar na Libertadores do ano que vem? Essa pode ser a realidade do ano que vem", acrescentou.

A confiança de Rui Costa, no entanto, é contrastada com a fase vivida pelo Atlético em 2019. O Galo está entre os quatro piores do Brasileirão nas últimas dez rodadas, com nove pontos em 30 disputados. A equipe só supera os desempenhos de Ceará, Cruzeiro e Chapecoense. O aproveitamento é de 30%.

Neste período, os comandados de Rodrigo Santana conseguiram três vitórias e foram derrotados em sete oportunidades. O ataque e a defesa também não têm funcionado. O time fez nove gols e sofreu 13 neste tempo.

O aproveitamento levou o Atlético da quarta para a décima colocação do Brasileiro. Após os jogos de ontem do torneio, o time está oito pontos atrás do Bahia, último da zona de classificação para a Libertadores. A distância para o rebaixamento é de 11 pontos. O Cruzeiro é o primeiro do grupo.

Para definir a sua situação no Brasileiro, o Galo precisa pontuar nos próximos compromissos que terá. O primeiro será hoje, às 16h (de Brasília), diante do Palmeiras no Allianz Parque. Depois, os comandados de Rodrigo Santana enfrentarão o Flamengo no Rio de Janeiro e o Grêmio em Belo Horizonte.