Topo

Em novo momento no Grêmio, Tardelli encara sua segunda maior vítima

Diego Tardelli encara o Santos, contra quem já marcou nove gols na carreira - Fernando Moreno/AGIF
Diego Tardelli encara o Santos, contra quem já marcou nove gols na carreira Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

21/09/2019 08h00

Diego Tardelli vive um novo momento no Grêmio. Titular do time de Renato Gaúcho após um início de adaptação, o atacante evolui a cada partida. E neste sábado, terá pela frente um rival contra o qual está acostumado a brilhar.

O Tricolor encara o Santos, às 21h (de Brasília), pela 20ª rodada do Brasileirão. E o alvinegro do litoral paulista é a segunda maior vítima da história de Tardelli. São nove gols marcados contra a equipe.

"Jogar contra o Santos sempre é muito complicado, mas guardo boas lembranças por ter marcado vários gols na época em que defendi o Atlético. Se eu tiver a oportunidade de entrar em campo, espero ter a mesma sorte e farei de tudo para ajudar o Grêmio a vencer mais uma para continuarmos melhorando na tabela", disse.

São 228 gols marcados pelo atacante como jogador profissional. O Santos está atrás do Cruzeiro como maiores vítimas. Enquanto os mineiros sofreram dez gols dele, os paulistas levaram nove. Em seguida aparecem Hebei Fortune, da China, Juventude e Vitória, que sofreram seis cada.

"O Santos tem um excelente time e fez um ótimo primeiro turno. Eles são muito fortes, principalmente jogando em casa, mas nos preparamos bem durante a semana e estamos confiantes de que faremos uma boa partida", completou.

Tardelli teve um início complicado no Grêmio. Após um longo período atuando no futebol chinês, precisou de tempo para se readaptar ao Brasil. Mas atualmente vive a melhor fase junto ao grupo de Renato Gaúcho, está com posto de titular consolidado e evoluindo em rendimento. Ao todo são cinco gols em 30 jogos pelo Tricolor.

A única dúvida para o jogo deste sábado é o posicionamento. Com a lesão de Jean Pyerre, Renato pode optar por colocar Tardelli como centroavante com a entrada de Luan, ou ainda colocar André no comando de ataque e recuar Tardelli para a função de meia.

Mais Grêmio