Topo

Raí viaja para Europa com intenção de aproximar São Paulo de outros clubes

Raí é diretor-executivo de futebol do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Raí é diretor-executivo de futebol do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

12/09/2019 17h10

Executivo de futebol do São Paulo, Raí vai viajar amanhã (13) para a Europa. O dirigente vai se reunir com representantes de outros clubes, de empresas e pessoas ligadas ao futebol para estreitar o relacionamento do time do Morumbi com o mercado internacional. Essa não é a primeira vez que o campeão mundial de 1992 vai para o Velho Mundo com tal intenção.

No início deste ano, ele aproveitou a oportunidade para se aproximar ainda mais de Daniel Alves, que defendia o Paris Saint-Germain, e abrir as negociações para repatriá-lo. Desta vez, o diretor afirma que não há negociações previstas com atletas em seu plano de viagem.

Por outro lado, nos próximos meses o clube deve negociar alguns de seus próprios jogadores para reforçar o caixa. A prioridade é abrir mão de atletas que não vem sendo muito utilizados pelo técnico Cuca ou que já estão afastados do elenco. O São Paulo está hoje muito longe de alcançar sua previsão orçamentária de arrecadar R$ 120 milhões em 2019 em transferências.

"Já fiz contatos, viagens para a Europa, e coisas de networking, para estar próximo de outros clubes. Isso pode nos ajudar para que apareçam possibilidades. Devemos pensar em soluções futuras para que a gente não dependa da venda de jogadores. Até agora, essa não é a nossa realidade. Acredito que temos material de sobra para encontrar uma solução para esse objetivo", disse Raí.

São Paulo