Topo

Futebol


Fã de Neymar, brasileiro da Bulgária quer jogo contra o Brasil: "um sonho"

Wanderson, jogador do Ludogorets - TF-Images/ Getty Images
Wanderson, jogador do Ludogorets Imagem: TF-Images/ Getty Images

Beatriz Cesarini e Leandro Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

07/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Wanderson é naturalizado búlgaro desde 2017
  • Ele foi convocado pela primeira para os jogos contra Inglaterra e Irlanda, pelas Eliminatórias da Eurocopa
  • Fã de Neymar, meia tem como sonho enfrentar a seleção brasileira

Aos 31 anos, o meia Wanderson está prestes a viver um sonho de criança: defender a seleção. Mas a camisa que o paranaense de Cruzeiro do Oeste vestirá na tarde de hoje (7) não será a do Brasil. Naturalizado búlgaro desde 2017, ele foi chamado para defender a seleção da Bulgária nas Eliminatórias da Eurocopa e pode estrear contra a Inglaterra, neste sábado, ou contra a Irlanda, na próxima terça-feira (10).

A decisão de optar pela naturalização se deu após um período atuando no Ludogorets - ele defende, há cinco anos, o time que venceu as últimas oito edições do futebol búlgaro. O desejo de atuar por uma seleção e uma conversa com o dono do clube, Kiril Domuschiev, selaram o novo passo na carreira do jogador.

"Realizei um sonho meu e também da minha família. Eles sempre tiveram esse sonho comigo, que era de um dia chegar em um clube grande e também na seleção", disse Wanderson ao UOL Esporte.

"[A naturalização] foi uma escolha minha junto com o dono do clube. Ele conversou comigo e eu achei muito importante, já que eu estou jogando na Europa e tenho passaporte europeu. Sabendo também que eu queria ficar por um tempo aqui na Europa, não queria voltar para o Brasil. Me identifiquei muito com o trabalho na Europa, gostei muito", contou.

O sonho de Wanderson não para aí. A partida contra a Inglaterra será a sua primeira com a Bulgária, mas ele já pensa, um dia, na oportunidade de enfrentar a seleção brasileira. "Jogar contra o Brasil seria um sonho. Conversei até com meu pai esses dias atrás, e ele disse que o sonho dele é que a Bulgária jogue contra o Brasil. E no Brasil, né, para que ele possa assistir a essa partida. Com certeza, se tem uma seleção que eu queria jogar contra é a do Brasil", revelou.

Antes de ter a oportunidade com a Bulgária, no entanto, Wanderson precisou passar por um período de adaptação no país. O meia disse que teve dificuldade na chegada e foi só depois do primeiro ano que ele acabou se encaixando no novo estilo de jogo. Atualmente, Wanderson soma 59 gols em 215 jogos com o Ludogorets.

"Quando cheguei aqui [na Bulgária], tive um pouco de dificuldade. O futebol da Europa é bem diferente do brasileiro. É um jogo de muita força, de passe, de muita técnica e posicionamento. Muito diferente do Brasil, que tem muito espaço pra jogar. Aqui não tem muito, tem que jogar rápido, com dois toques na bola. Isso fez muito bem pra mim, pra minha carreira. Melhorei bastante a minha técnica e me identifiquei muito", avaliou.

Meia é fã de Neymar e defende jogador

Prestes a fazer o seu primeiro jogo pela Bulgária, Wanderson disse ainda ser fã de Neymar. O meia destacou que se identifica com o craque do Paris Saint-Germain e defendeu o atacante das recentes críticas.

"Me identifico um pouco com o Neymar porque ele é um cara que, apesar de tudo que que está passando neste momento, com muitas pessoas falando mal, muitas pessoas arrumando confusão para cima dele, além de várias coisas que acredito que são mentira, ele está sendo um menino muito forte de não abaixar a cabeça e continuar lutando", disse o meia.

"Tenho certeza que não é fácil ver as pessoas criticando e falando mal de você o tempo todo. Sou muito fã dele", acrescentou.

A partida entre Inglaterra e Bulgária acontece às 13h (de Brasília), em Londres. A seleção búlgara ainda não venceu após quatro rodadas nas Eliminatórias da Euro e ocupa a quarta posição do Grupo A.

Mais Futebol