PUBLICIDADE
Topo

Ex-presidente do Fluminense, Pedro Abad é agredido e xingado no Maracanã

Pedro Abad deixou a presidência do Fluminense em junho - Mailson Santana/Fluminense FC
Pedro Abad deixou a presidência do Fluminense em junho Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/08/2019 15h58

Na noite de ontem, no Maracanã, Fluminense empatou por 1 a 1 e foi eliminado da Copa Sul-Americana pelo Corinthians. Após o jogo, quando deixava a área dos camarotes do estádio, Pedro Abad, ex-presidente do clube, foi agredido e hostilizado pela torcida presente no local.

A informação foi primeiro veiculada pelo site Netflu e confirmada pelo UOL Esporte.

Momento em que Pedro Abad é empurrado no Maracanã - Reprodução/Netflu - Reprodução/Netflu
Imagem: Reprodução/Netflu

Até esta sexta-feira, o caso não gerou nenhum registro de ocorrência na Polícia Militar e tampouco no Juizado Especial Criminal (Jecrim), do Maracanã. Procurado pela reportagem, Abad foi sucinto e afirmou que não pretende levar o caso adiante, ao menos por enquanto. O ex-presidente do clube não irá se pronunciar oficialmente.

No vídeo veiculado, Pedro Abad é xingado por torcedores até que um deles o empurra pelas costas, nas escadas de acesso ao camarote. O antigo mandatário deixava o setor onde assistiu à eliminação tricolor na competição.

O dirigente deixou o comando do Fluminense em 10 de junho, quando Mario Bittencourt assumiu o cargo de presidente após vencer eleições antecipadas no clube. O pleito, inicialmente marcado para novembro, ocorreu antes por conta de uma intensa crise política no clube, em decisão do próprio Pedro Abad.

Fluminense