Topo

UOL Esporte vê TV


Grito homofóbico em Vasco x São Paulo irrita comentaristas do Sportv

Colaboração para o UOL

25/08/2019 18h45

Durante o segundo tempo do jogo entre Vasco e São Paulo na tarde de hoje, em São Januário, o árbitro Anderson Daronco se dirigiu ao banco de reservas e pediu que o técnico cruzmaltino Vanderlei Luxemburgo orientasse a torcida carioca a parar com os gritos homofóbicos. A situação incomodou os comentaristas Maurício Noriega e Lédio Carmona, do SporTV.

Noriega fez uma leitura labial do pedido de Daronco para Luxemburgo e afirmou que é necessário orientar o torcedor para que este tipo de manifestação não volte a acontecer.

"Ele fala: 'Time de veado não pode'. Era isso que estava gritando a torcida do Vasco. E não pode por quê? Há uma orientação do STJD quanto a isso, para evitar manifestações racistas e homofóbicas. É preciso orientar o torcedor para uma nova realidade, um novo mundo, esperamos que seja um mundo melhor", declarou Noriega.

Já Lédio Carmona afirmou que não é mais possível conviver com manifestações homofóbicas nos estádios e na sociedade, como um todo. Para o comentarista, é inaceitável ter que discutir sobre o assunto ainda.

"Que o torcedor do Vasco e de todos os outros clubes do Brasil entenda: não é possível mais você conviver na sociedade, não só nos estádios de futebol, com manifestações racistas e homofóbicas. Ninguém aguenta mais isso", declarou Carmona.

"Estamos em 2019 e ainda temos que discutir esse tipo de coisa. É um trabalho de reeducação nos estádios e na sociedade como um todo. Que uma hora a gente consiga aprender para crescermos como cidadãos", disse Lédio Carmona.

Dentro de campo, os donos da casa venceram por 2 a 0, gols de Talles Magno e Felipe Bastos. Com a vitória, o Vasco alcançou 20 pontos e se distanciou da zona de rebaixamento, agora na 14ª colocação. O São Paulo, que estava invicto havia nove jogos, estacionou nos 30 pontos e é o quarto colocado.