Topo

UOL Esporte vê TV


Petkovic defende Stalin em debate com Rizek no SporTV

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

20/08/2019 18h11

Stalin Motta, jogador do La Equidad, motivou um debate político hoje (20). Horas antes do jogo entre Atlético-MG e o time colombiano, que se enfrentam às 21h30 (de Brasília) pela Copa Sul-Americana, André Rizek e Petkovic discutiram sobre Joseph Stalin.

O debate sobre o líder comunista ocorreu ao vivo no SporTV e ameaçou esquentar, mas Rizek notou que o tom da conversa havia mudado e interrompeu o assunto.

O diálogo ocorreu da seguinte maneira:

Rizek: Rapaz, será que os pais do Stalin Motta quiseram homenagear o Stalin, que foi o sanguinário ditador soviético?
Petkovic: Pera aí, sanguinário? Pera aí, cuidado.
Rizek: Como, cuidado? É um fato.
Petkovic: É um fato por quê?
Rizek: História.
Petkovic: História de que?
Rizek: Da humanidade. Livros, história, registro, datas.
Petkovic: A que história você se refere?
Rizek: Da humanidade. Joseph Stalin, governou a União Soviética por quase três décadas.
Petkovic: Governou a União Soviética...
Rizek: E matou muita gente. Muita gente.
Petkovic: Isso foi em guerras.
Rizek: Em guerras, não, foi internamente também. Ele dizimou a oposição.
Petkovic: Foi um líder comunista... Até 1953.
Rizek: É, sanguinário, um dos mais cruéis ditadores da história da humanidade. Embora com um papel importante na Segunda Guerra, quando a União Soviética ajudou a derrotar o nazismo, internamente... E até externamente, já que na Polônia ele é temido e odiado. Mais até do que o Hitler. Não sei qual foi o gosto do pai do Stalin Motta. Mas, política à parte, história à parte, o Galo começou a Sul-Americana dizendo que o torneio era qualquer coisa, que não queria, e agora é a menina dos olhos de ouro.

UOL Esporte vê TV