Topo

Liziero tenta deixar lesões para trás no São Paulo: "Focar em jogar bola"

Após jogar 63 minutos contra o Ceará, Liziero mira sequência de jogos no São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Após jogar 63 minutos contra o Ceará, Liziero mira sequência de jogos no São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Arthur Sandes, Flávio Latif e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/08/2019 12h00

Desfalque em dois terços dos jogos do São Paulo em 2019, Liziero voltou a jogar no último domingo (18), sentiu-se bem e agora tem a missão de conseguir se manter saudável por um longo período. O meio-campista tenta ver o "copo meio cheio" no período em que foi perseguido por lesões e quer deixar os problemas para trás.

"Eu estou tranquilo, porque lesão você não escolhe, você não quer se machucar. Foi algo que aconteceu e que serviu para eu evoluir de certa forma. Se eu passei por isso foi para ter algum aprendizado. Agora é focar em jogar bola e fazer o que eu mais amo", falou Liziero após a vitória tricolor por 1 a 0 sobre o Ceará.

O meio-campista esteve à disposição em apenas 12 das 36 partidas que o Tricolor jogou nesta temporada. Foram duas entorses no tornozelo direito e uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, o que impediu Liziero de ter longas sequências em campo. Após três períodos curtos sem lesão, cada um de duração máxima de quatro jogos, o jogador criado em Cotia se disse satisfeito com o retorno contra o Ceará. "Fiquei feliz; estava com saudade de jogar. Foram três meses em que fiquei longe e senti o cansaço do ritmo de jogo, mas está tudo bem", completou.

Desde que foi promovido ao elenco principal do São Paulo, Liziero atuou em 32 partidas e marcou três gols. Ele tenta ser mantido por Cuca no time titular que volta a campo às 19h15 (de Brasília) desta quarta-feira (21), contra o Athletico, na Arena da Baixada, em jogo atrasado da 13ª rodada do Brasileirão.