PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo encaminha contratação de Juanfran por uma temporada

Juanfran - Chris Brunskill/Getty Images
Juanfran Imagem: Chris Brunskill/Getty Images

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

02/08/2019 21h49

O departamento de futebol do São Paulo não parou após a contratação de Daniel Alves. O clube avançou na negociação para contratar Juanfran, mesmo com a chegada do capitão da seleção acertada ontem (1). Segundo apurou o UOL Esporte, nas últimas horas as partes conversaram e ficaram muito perto de um acordo. As duas partes estão apalavradas e apenas detalhes burocráticos separam do anúncio oficial, que deve ocorrer ainda neste fim de semana. A ideia é fechar o contrato de uma temporada com o lateral espanhol.

O departamento de futebol via com bons olhos a possibilidade de contar com um jogador deste porte em seu elenco e trata a transação com o estrangeiro de maneira paralela a do capitão da seleção brasileira.

Na visão dos integrantes do departamento de futebol, Juanfran pode enriquecer o elenco com uma cultura diferente e bastante experiência. Além disso, Daniel Alves não é visto apenas como um lateral direito. O astro, que vai vestir a camisa 10, poderá ser utilizado em outras posições - como no meio de campo, por exemplo.

O São Paulo já estuda a possibilidade de contratar Juanfran há alguns meses. Em uma de suas viagens para a Europa no primeiro semestre, Diego Lugano - superintendente de relações institucionais do clube - abriu conversas com o próprio lateral espanhol. Inicialmente, o clube achou os valores altos, mas não descartou a possibilidade de trazê-lo.

As conversas seguiram. Em maio, o executivo de futebol, Raí, quando também foi para o Velho Mundo, esteve reunido com pessoas ligadas ao ala. Recentemente, o estrangeiro retomou a aproximação do Morumbi.

O jogador, que defendia o Atlético de Madri, está livre no mercado e não é considerado uma opção tão cara para os padrões do futebol do mundial. Aos 34 anos, Juanfran também interessa o Chicago Fire, dos Estados Unidos, e foi alvo de investidas de equipes do Qatar.

São Paulo