Topo

Policia Civil do Rio investiga morte do atacante Thalles, do Vasco

Bruno Braz*

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/06/2019 04h00

A Polícia Civil de São Gonçalo (RJ) se debruçou sobre o caso da morte do atacante Thalles, do Vasco, ocorrida no último sábado (22).

O órgão investiga toda a trajetória do acidente, desde a festa em que jogador estava até o momento da colisão entre as motos que vitimou de maneira fatal o atleta e Yuri Martins, de 27 anos. Outras três pessoas estão feridas no Hospital Estadual Alberto Torres.

As autoridades já concluíram que todos os envolvidos não estavam utilizando capacetes.

Ao UOL Esporte, a Polícia Civil emitiu a seguinte nota:

"De acordo com a 74ªDP (Alcântara), foi instaurado um inquérito policial para apurar as mortes de Thalles Lima da Conceição Penha e Yuri Sergio Luparelli Martins, ambos envolvidos em um acidente em que duas motocicletas colidiram no bairro de Vista Alegre, São Gonçalo. Outras três vítimas foram socorridas com vida. Diligências estão em andamento para apurar as circunstâncias do fato".

Emoção no funeral

Colegas de Thalles compareceram ao funeral com camisas caracterizadas de um time de pelada do bairro do jogador e cantaram a música "A amizade", do grupo Fundo de Quintal.

Alguns familiares passaram mal no momento do enterro e presentes chegaram a cogitar acionar o presidente do Vasco, Alexandre Campello, para socorro. O dirigente é ortopedista, porém não foi preciso.

Aos 24 anos, Thalles deixou quatro filhos.

*Correção: A reportagem havia incluído um vídeo de um balão em homenagem a Thalles, mas ele não foi de ontem (23)

Vasco