Topo

SPFC mira Adriano para lado direito, mas lateral quase não atua na posição

Adriano foi titular em 20 jogos do Besiktas na temporada 2018/19 - Murad Sezer/Reuters
Adriano foi titular em 20 jogos do Besiktas na temporada 2018/19 Imagem: Murad Sezer/Reuters

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

19/06/2019 04h00

Um dos alvos principais do São Paulo no mercado de transferências, o experiente Adriano é visto pelo técnico Cuca principalmente como um reforço para a lateral direita, posição considerada uma das mais carentes no elenco. Mas na última temporada europeia defendendo o Besiktas, da Turquia, o jogador de 34 anos atuou nessa função em apenas seis dos 20 jogos em que foi titular.

A maioria das partidas de Adriano ao longo da temporada foi em sua posição principal, a lateral esquerda. Foram 13 jogos como titular nesse setor. Houve também uma única partida em que ele saiu jogando como meia esquerda, e por quatro vezes ele entrou no decorrer do jogo - uma vez no lugar do lateral direito, e outras três, já nos minutos finais, no lugar de atacantes.

A polivalência não é novidade para o jogador. Nos tempos de Barcelona, ele também era primordialmente escalado como lateral esquerdo, mas várias vezes atuou pelo setor direito ou mais avançado, aberto na linha de meio-campistas. A versatilidade, aliás, é um dos atrativos de Adriano para Cuca.

O São Paulo tem hoje como alternativas principais para a lateral direita o jovem Igor Vinícius e o capitão Hudson, que é preferencialmente usado como volante. A outra opção no elenco é Bruno Peres, que está encostado e em vias de deixar o clube. O Tricolor trabalha para que o empréstimo de Peres junto à Roma, da Itália, que vai até o final do ano, seja encerrado de forma antecipada.

Por enquanto, a diretoria são-paulina mantém cautela sobre a contratação de Adriano. O atleta já demonstrou interesse de jogar no time do Morumbi, mas a questão financeira ainda é um entrave para que o negócio seja concretizado.