Topo

Futebol


Brasil 2.0: Mina palmeirense e acarajé de James estreitam elo com Colômbia

Yerry Mina, zagueiro da seleção da Colômbia, jogou no Palmeiras entre 2016 e 2018 - Thiago Calil/AGIF
Yerry Mina, zagueiro da seleção da Colômbia, jogou no Palmeiras entre 2016 e 2018 Imagem: Thiago Calil/AGIF

Gabriel Carneiro

Do UOL, em Salvador

16/06/2019 04h00

A Arena Fonte Nova recebeu pouco mais de 35 mil pessoas para a partida entre Argentina e Colômbia pela primeira rodada da Copa América e a torcida colombiana chamou atenção com seus cantos, tambores e comemorações. Além de os turistas do país terem chegado em maior número que os argentinos à cidade de Salvador, a torcida brasileira abraçou os "cafeteros", reforçando laços entre os países que chegam até no grupo de jogadores.

VEJA TAMBÉM

James Rodríguez, que é uma das principais estrelas da seleção, por exemplo, fala português com fluência. Ele conta que aprendeu o idioma durante sua passagem pelo Real Madrid, com o brasileiro Marcelo e o português Cristiano Ronaldo. Sua relação com o Brasil vai mais além, pois foi na Copa do Mundo de 2014 que ele apareceu de verdade como artilheiro, ganhou fama e foi comprado pelo Real Madrid.

James Rodríguez chamou atenção mundialmente na Copa de 2014 - Juan Mabromata/AFP
James Rodríguez chamou atenção mundialmente na Copa de 2014
Imagem: Juan Mabromata/AFP

"É sempre bom estar no Brasil, eu sou sempre muito apoiado pelos torcedores", explica o meio-campista, que estreou na Copa América na Fonte Nova, disputa a segunda rodada contra o Qatar em São Paulo e encerra a primeira fase novamente em Salvador, diante do Paraguai. "Me sinto muito bem jogando aqui, a Bahia é um lindo lugar. Só ainda não comi acarajé", disse, entre risos. James Rodríguez assentiu com a cabeça quando questionado se iria comer a iguaria tipicamente baiana quando voltasse para a terceira rodada.

A ansiedade de James para comer acarajé não é a única relação entre a delegação da Colômbia na Copa América e o Brasil. Um dos reservas do time de Carlos Queiroz, o volante Gustavo Cuellar, é jogador do Flamengo, e o zagueiro Yerry Mina tem passagem recente e vencedora pelo Palmeiras. Descontraído, o jogador hoje no Everton, da Inglaterra, agradeceu os votos de boa sorte da torcida palmeirense antes do jogo.

"Muito obrigado à torcida do Palmeiras, estão sempre mandando mensagens, falando coisas boas. É um orgulho para mim. Estamos juntos, Palmeiras, melhor time do Brasil", falou Mina, que na próxima quarta-feira volta a São Paulo, mas para jogar no Morumbi contra o Qatar.

Capitão da seleção da Colômbia, o atacante Falcao Garcia também apareceu no noticiário de clubes brasileiros ontem. Ele disse que tomou conhecimento de notícias sobre o suposto interesse do Palmeiras e do Flamengo em sua contratação. Ele tem vínculo com o Monaco até junho de 2020.

Mais Futebol