Topo

Deslizamento de terra adia ação do Vasco para entrega de cheque no Vidigal

Lucas Mineiro comemora seu gol em partida de Vasco contra Resende no Campeonato Carioca - Thiago Ribeiro/AGIF
Lucas Mineiro comemora seu gol em partida de Vasco contra Resende no Campeonato Carioca Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/05/2019 09h30

Um deslizamento de terra que aconteceu na manhã de hoje (16), e interditou a Avenida Niemeyer, adiou a visita de Alexandre Campello, presidente do Vasco, ao Vidigal. A queda da barreira aconteceu depois de uma madrugada de chuva no Rio de Janeiro - uma casa foi atingida, mas ainda sem informações sobre vítimas. O mandatário cruzmaltino iria ao projeto "Vidiga na Social" para a entrega do cheque com o valor arrecadado em prol das pessoas atingidas nas enchentes que aconteceram no começo de fevereiro. Uma nova data para a ação ainda será marcada.

A quantia de R$ 73.288,00 foi alcançada através do leilão de 14 camisas utilizadas pelo Vasco na partida contra o Resende, no dia 13 de fevereiro, pela semifinal da Taça Guanabara, primeiro turno do Carioca.

No uniforme, havia uma homenagem às vítimas das fortes chuvas e também aos jovens que morreram no incêndio no Ninho do Urubu, que atingiu os alojamentos das categorias de base. O gesto, inclusive, gerou grande repercussão por conta da bandeira do rival Flamengo ter sido estampada na camisa do Vasco.

A ação de hoje contaria com a presença da atriz Roberta Rodrigues, representante do projeto social. Vale lembrar que metade da quantia arrecadada será repassada ao programa "Rocinha em Foco".

Uma das camisas do Vasco utilizadas no confronto com o Resende foi colocada no museu do Flamengo, na Gávea, como forma de agradecimento.