PUBLICIDADE
Topo

Quem é o zagueiro eleito pela torcida como o vilão da temporada do PSG

Jean Catuffe/Getty Images
Imagem: Jean Catuffe/Getty Images

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris (FRA)

26/04/2019 04h00

O locutor do Parque dos Príncipes anuncia a escalação do Paris Saint-Germain momentos antes do jogo. E a ovação a cada jogador é trocada por vaias assim que o nome de Thilo Kherer é proferido. O zagueiro alemão tem sido perseguido pela torcida desde a eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões, diante do Manchester United, em fevereiro.

VEJA TAMBÉM:

No ainda dolorido jogo contra o clube inglês, Kherer foi o autor de um erro de passe que culminou no gol do atacante belga Lukaku, logo no início do jogo - o Manchester venceu a partida por 3 a 1. Mas não foi só isso, o defensor também cometeu o pênalti decisivo da vexatória eliminação nas quartas de final da Copa da Liga da França, frente ao Guingamp - derrota por 2 a 1 -, no início do ano.

O problema em cometer pênaltis é claramente o mais evidente no jogo de Kherer atualmente. São quatro infrações do tipo feitas somente no Campeonato Francês, em 25 jogos. Ele é o líder neste quesito.

Na avaliação do jornal esportivo francês L´Equipe, Kherer carrega de longe a pior média do elenco. A nota 5.11 está bem abaixo da obtida na média do elenco: 6.7.

A resposta da torcida parisiense com o rendimento na temporada é dura. Kherer ouviu vaias no Parque dos Príncipes em muitos momentos em pleno jogo festivo ao título do Campeonato Francês, diante do Monaco, no último domingo. O alemão ainda deixou o campo lesionado e deve ser ausência na final da Copa da França, sábado, contra o Rennes, no estádio Saint-Denis, em Paris.

A ausência de Kherer não preocupa tanto do ponto de vista estatístico. Sem o alemão, o PSG venceu os 8 jogos que realizou no Campeonato Francês, tendo sofrido apenas um gol. Já com ele em campo como titular, o time realizou 25 partidas, sendo 19 vitórias, 3 empates e 3 derrotas, com 25 gols sofridos no total.

"Estatisticamente ninguém tem disparidade mais relevante no elenco. Só que é preciso ponderar que o Kherer chegou para ser o zagueiro e atua improvisado em ambas as laterais por conta da carência de jogadores no elenco. É uma temporada de adaptação traumática e a torcida precisará de paciência com ele", comentou Jose Barroso, repórter do jornal francês L´Equipe.

Kherer ainda decepciona o PSG como zagueiro por conta do alto número de bolas perdidas por jogo: em média, 4.7. Outro detalhe considerável para um defensor é que ele ganha 60% dos confrontos de mano a mano, sendo que Thiago Silva, Marquinhos e Kimpembe, os outros zagueiros do elenco, têm média superior a 70%.

"O Kherer é super importante para nós. A sua polivalência, juventude e dedicação me deixam plenamente satisfeito. Vejo ele com uma grande temporada de estreia", destacou o treinador alemão, Thomas Tuchel, em defesa do compatriota.

Tuchel foi o responsável pela contratação do zagueiro no início da temporada. O PSG pagou cerca de 37 milhões de euros ao Schalke e firmou contrato até junho de 2023 com o alemão.

"Eu penso em ficar aqui por muito tempo. Minha mãe é francesa e por isso tenho a fluência no idioma. Não vai ser difícil me adaptar ao clube", comentou Kherer ao ser apresentado em agosto de 2018, ainda sem fazer ideia de como a temporada de estreia seria desafiadora.

Futebol