Topo

Futebol


Neymar anima torcida do PSG para final, mas tem retorno sem brilho

Neymar disputa bola na partida entre PSG e Monaco - Gonzalo Fuentes/Reuters
Neymar disputa bola na partida entre PSG e Monaco Imagem: Gonzalo Fuentes/Reuters

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris

22/04/2019 04h00

O locutor do Parque dos Príncipes anuncia a alteração no Paris Saint-Germain no intervalo da vitória por 3 a 1 contra o Monaco, pelo Campeonato Francês. E o nome de Neymar gera a emoção de um gol, com ovação geral no estádio. O brasileiro foi bem recebido pelos fanáticos do PSG em seu retorno após quase três meses afastado e esquentou o clima para a final da Copa da França, diante do Rennes, Paris, no próximo sábado.

A vitória contra o Monaco foi comemorativa ao título do Campeonato Francês, e teve como destaque Kylian Mbappé com os três do gols PSG. Já Neymar passou sem brilho, com poucas ações de sucessos individuais e uma clara falta de ritmo de jogo.

A entrada de Neymar aconteceu quando o PSG já vencia o Monaco por 2 a 0. A maioria das ações de ataque era sempre a busca pelo passe em profundidade para Mbappé. Do gol, ele jamais esteve perto, sem arriscar nenhuma finalização.

"Tivemos um Neymar com atitudes positivas em campo, iniciativa de jogo. Mas ele claramente não estava bem fisicamente, sem ritmo", destacou o jornal francês Le Parisien. O veículo avaliou a atuação de Neymar com a nota 5.5.

O recomeço de Neymar foi animador. O camisa 10 até chegou a dar uma assistência para um gol de Diaby aos 10 minutos do segundo tempo, mas o lance foi anulado pelo VAR por conta do impedimento do francês.

Já as ações de individualidade do camisa 10 foram limitadas. A facilidade no drible, a característica principal, deu espaço para a preferência por realizar passes curtos. Nos minutos finais em campo, Neymar pouco pegou na bola já estando visivelmente cansado.

"Acho que a atuação dele no geral foi boa. Só que ficam vários outros aspectos importantes. Por exemplo, o Neymar tem a voz no vestiário. É um cara importante com atitudes e palavras", destacou Marquinhos.

"Ele tem uma qualidade extraordinária para nos ajudar. E nos treinamentos dos últimos dias esteve muito bem. Ele mostrou como pode acelerar nosso jogo logo que entrou, nos 15 primeiros minutos. Eu acho que ele vai estar pronto para sábado (contra o Rennes)", avisou o treinador Thomas Tuchel.

Neymar quer utilizar alguns jogos do PSG como teste para a disputa da Copa América, em junho, no Brasil. Na preparação, o confronto especial é justamente a final da Copa da França, diante do Rennes, no estádio Saint-Denis. Nele, a expectativa é a de presença em campo nos 90 minutos.

O confronto tornou-se importante na avaliação da torcida do PSG por conta do fracasso do time ao ser eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões para o Manchester United. Ainda pior do que isso foi a queda nas quartas de final da Copa da Liga da França para o modesto Guingamp.

Mais Futebol